Slider

Imunização de policiais começa no dia 5 de abril e a de educadores, no dia 12. Anúncio foi feito pelo governo de São Paulo quarta-feira (24) – Divulgação

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (25) a inclusão de professores da rede pública e privada e policias no grupo prioritário de vacinação contra o coronavírus.
Imunização de policiais começa no dia 5 de abril e a de educadores, no dia 12.
Segundo o governador João Doria (PSDB), serão vacinados os policiais militares, policiais bombeiros, policiais civis, policiais da policia cientifica, agentes de segurança e agentes de escolta penitenciaria, além dos efetivos de todas as guardas civis metropolitanas municipais.
Desde o início da pandemia, a vacinação de profissionais de educação e segurança é reivindicada pelos profissionais, escolas e sindicatos.
No final do ano passado, o governo paulista incluiu a educação como serviço essencial e permitiu que as escolas operassem em fases mais restritivas da quarentena no estado.
Entretanto, por conta da explosão de novos casos, as aulas presenciais foram suspensas no estado, que está desde o dia 15 na fase emergencial.

Outros grupos de vacinação

O governo de SP também vai antecipar para esta sexta (26) o início da vacinação de idosos de 69 a 71 anos nas unidades de saúde e nos postos drive-thru.
A previsão inicial era a de começar a vacinar o público de 70 e 71 anos no dia 29. Entretanto, na semana passada, o governo disse que conseguiu antecipar para o dia 27 e incluir a população de 69 anos.
Nesta sexta (19), o Instituto Butantan entregou mais 2 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde. Com nova remessa, instituto totaliza 7,3 milhões enviados nesta semana.

Fonte: G1