Composição 1_1

Pronto-socorro de Bariri: casos de xingamentos e agressões são constantes no local (Arquivo Candeia)

A diretoria administrativa da Santa Casa de Bariri e o Conselho Superior de Administração da Santa Casa de Bariri estão estudando a contratação de seguranças para atuarem na entrada do hospital.
São recorrentes os casos em que pacientes, familiares ou amigos reclamam do atendimento, xingam e até agridem funcionários e médicos.
De acordo com o gestor da Santa Casa de Bariri, Marco Antonio Gallo, recentemente um médico foi agredido no local.
No momento, a direção do hospital está se informando sobre valores cobrados por empresas que prestam serviço de segurança.

Vereador

Em ofício remetido ao diretor administrativo da Santa Casa, o vereador Edcarlos Pereira dos Santos (PSDB) diz que esteve no hospital em vários momentos de tensão envolvendo pacientes e funcionários.
Em algumas ocasiões houve necessidade do acionamento da Polícia Militar (PM) para garantir a segurança de funcionários e médicos.
De acordo com Edcarlos, a situação fugiu do controle nos dias 21 e 24 de março por causa de pacientes agressivos e confusões iniciadas fora das dependências da Santa Casa.
Diante disso, o vereador solicitou que a diretoria da Santa Casa providencie a contratação de seguranças para atuarem no PS.
A respeito do ofício, Gallo informou que as medidas já vinham sendo estudadas. O documento remetido por Edcarlos reforça a necessidade de contratação de seguranças no PS.