Slider

Santa Casa de Bariri recebeu no ano passado R$ 907,2 mil de recursos da Covid-19 – Divulgação

Alcir Zago

Em todo o ano de 2020 e em 2021 a prefeitura de Bariri gastou R$ 4,845 milhões com a Covid-19. O Candeia realizou o levantamento no Portal da Transparência, na página eletrônica do Executivo municipal.

Especificamente no ano passado, as despesas totalizaram R$ 4,525 milhões. Dessa quantia, R$ 1,553 milhão foram empregados no pagamento de pessoal (salário, 13º salário e férias).

Para a Santa Casa de Bariri foram destinados R$ 907,2 mil. A administração municipal desembolsou também R$ 495 mil para teste rápido para Covid-19, R$ 203 mil com compra de ambulâncias, R$ 172,5 mil com três ventiladores pulmonares e revisão de um equipamento e R$ 88 mil com compra de monitores hospitalares.

Há também empenho no valor de R$ 641 mil para obra de reforma e adaptação do primeiro andar do Hospital São José, no entanto, não foram feitos pagamentos à empresa contratada.

Assim que assumiu o governo municipal, o atual prefeito, Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB), decidiu pela suspensão do contrato para análise da viabilidade da utilização dos recursos na obra.

Quanto às receitas, Bariri recebeu no ano passado um total de R$ 4,915 milhões.

A maior parte dos recursos foi transferida do Ministério da Saúde, Fundo Nacional de Saúde e Secretaria Estadual da Saúde.

Acima de R$ 100 mil constam emendas dos deputados Marco Bertaiolli (PSD), Rodrigo Agostinho (PSB) e Fausto Pinato (PP). Há também verba de R$ 266,5 mil do Ministério da Cultura (Lei Aldir Blanc).

 

2021

 

De janeiro até o dia 23 de março a prefeitura de Bariri recebeu R$ 60 mil. Trata-se de transferência única feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Quanto aos gastos, de acordo com o Portal da Transparência, o atual governo contabilizou despesa de R$ 320,8 mil.

A maior parte dos recursos foi destinada a pessoal (folha de pagamento, férias e rescisão) – R$ 159,4 mil – e compra de luvas, testes etc. – R$ 149,4 mil.