Slider

Decisão da Anvisa foi tomada na segunda-feira, dia 10 – Divulgação

 

O governo de São Paulo, por meio do Plano Estadual de Imunização (PEI), decidiu suspender temporariamente a vacinação contra a Covid-19 de gestantes com comorbidades, em virtude do comunicado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitido na noite desta segunda-feira (10).

A medida é válida para o imunizante da AstraZeneca/Fiocruz.

Novas orientações serão comunicadas após pareceres técnicos do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde e da Anvisa.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina da AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

Segundo a agência, esta recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid-19 em uso no país.

O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente.

A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.