Slider

Comitiva de Bariri recebeu professor, biomédica e alunos que atuam no projeto; o grupo visitou a Santa Casa e o Centro de Diagnose – Divulgação

Sábado, 24, Bariri recebeu professor e alunos ligados ao Projeto Expedição Cirúrgica da Faculdade de Medicina da USP, que visa trazer ao município cirurgias pouco invasivas abdominais e na área de ginecologia. Para tanto, será realizado mutirão de exames de ultrassonografia.

Cirurgia pouco invasiva caracteriza-se não só por apresentar cortes menores, mas por causar menor dano interno aos músculos e tecidos adjacentes à incisão e pouco sangramento.

A visita foi anunciada através das redes sociais pelo prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB), juntamente com o vice-prefeito, Luís Fernando Foloni (Cidadania); diretora de Saúde, Marina Prearo, o gestor da Santa Casa, Mozart Marciano, diretor de Desenvolvimento Econômico, Vicente Sérgio Barbieri Júnior; e o vereador Paulo Egídio Grigolin (PP).

Eles receberam o professor da USP e ginecologista, Maurício Abrão (idealizador do projeto), os alunos Luca Suzano e Pedro Ferraz e a baririense biomédica, Ana Paula Furcin, que atua no Hospital das Clínicas da USP.

Abrão relatou sobre o projeto e o cronograma de ações. Segundo ele, o Expedição Cirúrgica busca atender às demandas de municípios vulneráveis. A iniciativa escolhe uma cidade que esteja necessitada de atendimento cirúrgico e firma parceria com o poder público local.

Os próprios alunos de Medicina participam do processo e viajam ao local escolhido para a ação. As cirurgias são feitas em casos de baixa e média complexidade. Dois meses após o atendimento, professores e alunos voltam à comunidade para uma reavaliação e entregam ao poder público um relatório completo de saúde para as autoridades do município.

 

Santa Casa e Centro de Diagnose

 

Mozart relata que a contrapartida do município para receber o projeto é a disponibilização de espaço e infraestrutura para o cumprimento do cronograma de ações.

O gestor acredita que até meado de abril a vinda do Expedição Cirúrgica para Bariri deve ser confirmada e o município pode iniciar a triagem de pacientes.

Durante o encontro, o grupo realizou visita técnica para avaliar as condições de infraestrutura e/ou equipamentos para receber o projeto. Os locais visitados foram a Santa Casa de Bariri e o Centro de Diagnose e Especialidades Dr. José Dorly Borges.

“Respeitando todos os protocolos de saúde impostos pela Covid-19, planejamos atuar na demanda das cirurgias do município e região”, destacou o prefeito Abelardinho.

 

Saiba mais sobre o Projeto

Bandeira Científica – Expedição Cirúrgica é um projeto de extensão acadêmica vinculado à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com o apoio do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Engloba áreas interdisciplinares, com os estudantes atuando no atendimento, prevenção e promoção da atenção em saúde.

O projeto está baseado no tripé educação, assistência e pesquisa. A ideia é colocar o aluno num contexto diferente daquele visto nos hospitais e por isso o projeto é executado por meio de expedições anuais que levam os estudantes para as mais diversas regiões do País.

Maurício Abrão foi o pioneiro a apoiar essa atividade como professor, tutor e facilitador, levando a diversas cidades carentes do Brasil, um time de mais de 50 pessoas entre alunos de medicina, médicos, enfermeiros, cirurgiões, anestesistas, ultrassonografistas, videolaparoscopias e histeroscopias para a realização de cirurgias minimamente invasivas.

Desde 2013 o projeto vem realizando atividades assistenciais (atendimentos de saúde e cirurgias), atividades de educação científica e pesquisa científica. (Fonte: Faculdade de Medicina da USP)