posto-santa-lucia-novo-2017

Os locais de vacinação são o SOMA 2 e o Centro de Diagnose

O Município de Bariri, por meio da Diretoria de Saúde, disponibiliza a vacina contra a meningite C (Meningocócica C) para todos os profissionais da saúde da cidade. Os profissionais que forem receber a vacina deverão apresentar comprovante de atuação na área (holerite, registro no conselho da categoria ou declaração do estabelecimento de saúde).

Os trabalhadores da saúde contemplados com a vacina Meningocócica C são os que atuam em espaços e estabelecimentos de atendimento, assistência e vigilância à saúde. Incluem-se, ainda, na vacinação contra Meningite C aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras.

A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde.

Além dos profissionais da saúde, a vacina está disponível no Calendário Nacional de Imunização para os adolescentes não vacinados que tenham até 10 anos de idade.

Lembrando que é necessário aguardar a imunização 15 dias após se vacinar contra a Covid-19. Para as demais vacinas do calendário, não precisa intervalo.

Os locais de vacinação são o SOMA 2 e o Centro de Diagnose. O Centro de Diagnose e Especialidades Dr. José Dorly Borges, fica localizado à Rua Campos Sales, 602, na Vila Santa Terezinha. Já a Unidade Básica de Saúde “Aristides Alves Pereira”, o SOMA 2, está localizada à Rua Orlando Belluzzo, 700, na Vila Santa Helena.

Sobre a meningite

A meningite é uma inflamação grave das meninges, que são as membranas que revestem o cérebro e toda a medula espinhal, gerando sintomas como dor de cabeça intensa, febre, náuseas e rigidez do pescoço, por exemplo.

A meningite acontece principalmente devido a infecção por vírus e bactérias, no entanto pode também acontecer devido a infecção por parasita ou por fungo, sendo importante identificar o agente responsável pela meningite.

Por ser uma inflamação que afeta estruturas do cérebro, a meningite deve ser identificada o mais rápido possível, por um clínico geral ou um neurologista, para se iniciar o tratamento e evitar o desenvolvimento de lesões que podem resultar em sequelas permanentes ou, até, morte.

O melhor tipo de prevenção contra a meningite é fazer a vacinação, que protege contra os principais microrganismos que podem provocar a doença. Dessa forma, mesmo que se entre em contato com os vírus ou bactérias que geralmente causam a meningite, o risco de desenvolver a doença é muito baixo. Conheça mais sobre a vacina para meningite.

Além disso, algumas medidas que também ajudam a diminuir o risco de pegar meningite incluem:

Evitar o contato próximo com pessoas doentes;
Lavar as mãos depois de estar em locais públicos;
Evitar fumar.

Já pessoas com meningite também ter alguns cuidados para evitar passar a doença, como lavar as mãos frequentemente, evitar ir em locais públicos e cobrir a boca e o nariz na hora de tossir ou espirrar, por exemplo.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Bariri