Slider

Coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula: auxílio às prefeituras é importante porque municípios estão vacinando contra a Covid-19 e a gripe – Governo do Estado de São Paulo

O município de Bariri começou ontem (30) a vacinar pessoas com 62 anos de idade ou mais contra a Covid-19. A imunização será retomada a partir de segunda-feira (3) no Clube da Melhor Idade, das 7h às 17h.

A Diretoria Municipal de Saúde informa que é mantida a vacinação para outras faixas etárias e profissionais da Educação a partir dos 47 anos.

É importante levar CPF, RG e cartão do SUS. Também é preciso que o cartão do SUS esteja atualizado. Isso pode ser feito nas unidades das Estratégias Saúde da Família (ESFs), Soma 2 e Centro de Diagnose.

A equipe permanece normalmente vacinando segunda dose, de acordo com a data da carteira de vacinação.

A Diretoria Municipal de Saúde pede a colaboração de quem for ser imunizado para que leve um quilo de alimento não perecível. O objetivo é ajudar a combater a fome em Bariri.

 

Auxílio

 

O governo estadual anunciou o repasse de R$ 33,3 milhões para as prefeituras de São Paulo visando auxiliar em ações de vacinação. Até o fechamento desta edição, não havia sido divulgado o valor que cada município receberá.

“O Governo de São Paulo vai apoiar a vacinação dos municípios do Estado com a destinação de R$ 33,3 milhões, que serão aplicados na compra de insumos e no pagamento das equipes de atendimento de vacinação”, afirmou o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, no dia 23 de abril.

Neste momento, os postos de saúde estão imunizando a população contra a COVID-19 e também contra a gripe, com campanhas simultâneas. Assim, o novo recurso visa auxiliar os municípios a adquirir insumos e reforçar as equipes que atuam no atendimento da população.

O valor foi pactuado entre o Governo de São Paulo e os secretários de saúde municipais.

“A vacinação da Covid-19 começou dia 17 de janeiro e os municípios, em nenhum momento, pararam de vacinar. Hoje temos uma concomitância, estamos fazendo a vacinação contra a Covid-19 e começamos a vacinação da Influenza, o que requer dessas equipes um trabalho ainda maior”, disse Regiane de Paula, coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização.