Slider

Wilson Daniel Cantarella (Daniel Cantarella), segundo-secretário – Divulgação

Ricardo Salles (Ricardinho), primiero-secretario – Divulgação

Gabriel Henrique Bergamin (Gabriel Papaléguas), presidente da Câmara – Divulgação

João Luiz Piton, vice-presidente do Legislativo – Divulgação

Após a sessão solene de posse da 15ª Legislatura (2021-2024), realizada em 1º de janeiro, os vereadores elegeram a Mesa Diretora da Câmara de Boraceia para o biênio 2021-2022.

Atendendo ao Regimento Interno da Casa de Leis, a eleição da Mesa foi realizada através de votação nominal e por maioria simples de votos.

A Mesa da Câmara é composta por quatro membros: presidente, vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário. Para presidente foi eleito Gabriel Henrique Bergamin, o Papaléguas, (PSDB). Mais votado nas eleições de 15 de novembro com 271 votos, Papaléguas também presidiu a sessão solene de posse do prefeito e vice-prefeito.

Papaléguas obteve 9,59% dos votos validos. Proporcionalmente, foi o vereador que obteve mais votos na região proporcionalmente, nas eleições de 2020.

Para vice-presidente do Legislativo foi eleito João Luiz Piton (PSDB); para primeiro-secretário, Ricardo Sales (DEM;e para a função de segundo-secretário, Daniel Cantarella (PSDB). A chapa obteve oito dos nove votos, apenas o vereador Antonio Carlos Ribeiro de Carvalho (PTB) votou contra a chapa.

Em seu pronunciamento, o presidente da Câmara de Boraceia, Gabriel Papaléguas, agradeceu ao apoio dos colegas vereadores que o escolheram e também aos seus eleitores.

“Espero poder continuar retribuindo a confiança de todos os eleitores com muito trabalho, dedicação e firmeza nas ações. Fomos eleitos e estamos aqui pela confiança do povo. Estamos juntos, vamos à luta, façamos por merecer esta honrosa e histórica vitória que nos foi dada nas urnas, Que Deus nos abençoe. Desejo a todos um ano de 2021 com muita saúde, paz, e cheio de realizações”.

A Câmara está recesso legislativo no mês deem janeiro, mas de prontidão para atender à solicitação do prefeito Valdir de Souza Melo, Di Picapau (PSDB), caso seja necessária a convocação para a realização de sessões extraordinárias.