Slider

Empreendimentos serão construídos em duas etapas: primeiro a urbanização dos lotes e depois a edificação das casas – Divulgação

O governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Habitação, anunciou a construção moradias no Programa Nossa Casa – CDHU, que serão edificadas em um novo formato.

Ao todo são 6.600 moradias no Estado. Na região de Bauru serão construídas 442 unidades em seis municípios, entre eles Boraceia vai receber 30 moradias e Itapuí, 69.

O programa foi anunciado segunda-feira, 22, em reunião com prefeitos e representantes municipais para tratar da construção de 73 novos empreendimentos em 72 cidades paulistas.

O encontro ocorreu de forma virtual, com a participação do secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, do presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Reinaldo Iapequino e de diretores da Companhia.

Segundo Amary, o novo formato vai conferir mais agilidade nas obras. Para que a produção dos empreendimentos seja feita de forma mais rápida, a CDHU assumirá a construção que será executada em duas etapas.

Na primeira fase, será realizada a urbanização dos lotes com pavimentação e implantação de água e esgoto e outros itens. Na sequência será feita a edificação das unidades habitacionais.

As casas terão dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia. Os sorteios para a seleção das famílias já foram realizados e serão mantidos para esta nova modalidade.

O financiamento dos imóveis seguirá os critérios da CDHU e as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos.

Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos trinta anos de contrato, que sofrerá apenas a correção monetária calculada pelo IPCA, o índice oficial do IBGE. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Secretaria de Habitação)