Slider

Foram desenvolvidas diversas atividades expositivas sobre o tema aos alunos que contou com a presença de profissionais e especialistas – Divulgação

Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE) 2015 realizada com estudantes do 9° ano de escolas públicas e particulares com idades entre 13 e 15 anos demonstra que o percentual de jovens que já experimentaram bebidas alcoólicas subiu de 50.3% em 2012 para 55.5% em 2015, a taxa de jovens que já usaram drogas ilícitas subiu de 7.3% para 9% no mesmo período.
Preocupados com as consequências do abuso das drogas entre os jovens e a sociedade em geral, a Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Itaju, juntamente ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), desenvolveu o projeto “Prevenir é Preciso”.
A iniciativa contou com o apoio e incentivo da EE Prof. Erasto Castanho de Andrade, na pessoa da diretora Kéren-Hapuque Cabral de Marins.
Durante os meses de agosto a outubro foram desenvolvidas diversas atividades expositivas sobre o tema aos alunos que contou com a presença de profissionais e especialistas.
Participaram das atividades, o perito criminal, Paulo Fernando Crepaldi; o tenente Antunes, sargento Belorio, cabo Araújo e cabo João Paulo, do canil da Polícia Militar do Estado de São Paulo e do Pelotão de Força Tática de Jau.
Também marcou presença o psicoterapeuta William, diretor e coordenador da Casa de Paz – Beth Shalon, que fez relatos e experiências trazidos por internos e ex-internos no cotidiano da recuperação das drogas.
Ainda houve a participação de Josiane Carrapato, assistente social do CAPS-AD de Bauru, que encerrou as atividades, palestrando e discutindo o tema com os pais e a sociedade itajuense.

Por que os jovens começam a usar drogas?

• Como símbolo de independência e como meio de agressão a sociedade por causa de suas “falhas”;
• Para fugir a infelicidade do lar (violência doméstica, pais ausentes);
• Por curiosidade ou para ser aceito em um grupo, o que inclusive faz parecer que a ameaça é menor;
• Para escapar de problemas como namoro, solidão, dificuldade em fazer amigos, preocupações com o futuro;
• Porque causa de informação errônea ou mesmo auto persuasão baseada em pesquisas com amigos que já utilizam drogas e contam seus benefícios.