Composição 1_1
Composição 1_1

Anúncio foi feito por Renato Feder durante a Bett Brasil; resultado do Saresp será balizador para o pagamento; investimento será de R$ 180 milhões (Divulgação)

Durante a Bett Brasil, evento de inovação e tecnologia para a educação na América Latina, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) anunciou o investimento de R$ 180 milhões no Prêmio Excelência Educacional. A proposta é reconhecer financeiramente unidades de ensino municipais que atingirem metas no Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo).
O anúncio foi feito pelo secretário da Educação, Renato Feder. O prêmio é um dos pilares do Alfabetiza Juntos SP, parceria do Estado com municípios que tem como objetivo alfabetizar 90% das crianças do 2º ano do Ensino Fundamental até 2026.
Cada escola que atingir a meta de alfabetização, o Índice de Excelência Educacional, receberá R$ 100 por aluno.
As prefeituras interessadas devem aderir ao Alfabetiza Juntos SP, e aplicar as avaliações de fluência leitora e o Saresp.
O primeiro pagamento será depositado para as escolas que atingirem a meta no ano de 2025, com base nas médias de estudantes do 2º e 5º anos do Ensino Fundamental no Saresp deste ano, a ser aplicado no fim do segundo semestre.
As metas serão individuais para cada escola, levando em consideração:
* A evolução das notas na comparação com o Saresp de 2023 e o Saresp de 2024 e, assim, sucessivamente pelos próximos anos;
* O Índice de Excelência Educacional (IEE) considera as médias de proficiência em língua portuguesa e matemática com o fluxo escolar;
* A complexidade e o tamanho de cada escola;
* O grau de vulnerabilidade;
* O histórico de notas no Saresp;
* O fato de a escola oferecer aulas em tempo parcial ou integral.

Fonte: imprensa@educacao.sp.gov.br