Slider

Segunda-feira, 16, a Câmara de Vereadores realizou a segunda sessão ordinária do mês de novembro. Todos os integrantes do Legislativo marcaram presença e o encontro foi marcado pelo clima de ‘ressaca’ pós-eleições 2020, realizadas um dia antes, 15 de novembro.

Dos nove vereadores atuais, somente três obtiveram reeleição – Benedito Antonio Franchini (PTB), Francisco Leandro Gonzalez (Pode) e Ricardo Prearo (PDT) – ou seja, uma renovação de 2/3 do quadro para o próximo mandato (2021/2024). O resultado, inegavelmente, se refletiu nos pronunciamentos.

Praticamente todos os vereadores utilizaram a Palavra Livre para comentar o resultado do pleito, com cumprimentos mútuos e justificativas para derrota e/ou vitória. Houve preocupação em se ressaltar a “festa da democracia” e o apoio recebido de familiares e eleitores.

Entre os perdedores, alguns demonstraram ressentimentos, uma vez que não alcançaram votos esperados, e outros procuraram destacar a importância do grupo e da participação, independentemente do resultado.

De modo geral, a tendência do voto pela renovação na composição da Câmara acabou supervalorizando a façanha dos três reeleitos, que foi destacada pelos demais.

O prefeito e vice eleitos, Abelardo Marins Simões Filho (MDB) e Fernando Luís Foloni (Cidadania), marcaram presença à sessão, juntamente com outros vereadores eleitos. Ouviram da maioria dos integrantes do Legislativo discurso apaziguador, que prega entendimento, cooperação e união em prol da cidade.

Em relação à pauta da sessão, foram poucos objetos para deliberação. Um único projeto do Executivo iniciou tramitação. Ele adequa o Plano Plurianual (PPA 2018/2021) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para constituição da Lei Orçamentária Anual 2021 (LOA).

Na pauta de votação também um único projeto:  de iniciativa do vereador Luís Carlos de Paula (MDB), concede prêmio Zumbi dos Palmares a Elton Luís Antonio. Foi aprovado por unanimidade.

Não houve apresentação de moções e nem de indicações de obras e serviços. Dois requerimentos formulados por cinco vereadores da oposição questionaram atos do Executivo nas áreas de segurança pública e saúde. Obtiveram unanimidade de votos.

O clima de “ressaca” pós-eleitoral ainda atingiu o público presente. Poucas pessoas compareceram para acompanhar os trabalhos do Legislativo que foram transmitidos pelo site da Câmara e pelas páginas de Facebook dos órgãos de imprensa.

O resultado das eleições se refletiu nos pronunciamentos; a renovação na composição da Câmara acabou supervalorizando a façanha dos três reeleitos – Alcir Zago/Candeia

 

Resumo dos trabalhos do Legislativo

 

Projeto Apresentado

 

50/2020 – Altera leis municipais 4.778/2017 e 4.981/2020, adequando a o Plano Plurianual (PPA 2018/2021) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para constituição da Lei Orçamentária Anual 2021 (LOA).

 

Projeto Votado

 

04/2020 – Projeto de Decreto – Concede prêmio Zumbi dos Palmares a Elton Luís Antonio. Aprovado por unanimidade.

 

Requerimentos

 

32/2020 – Evandro Antonio Folieni, subscrito por mais quatro vereadores, requer cópia do processo administrativo da reforma do andar térreo do hospital São José (conhecido como elefante verde), e informações sobre receitas utilizadas para a obra. Aprovado por unanimidade.

 

33/2020 – Armando Perazzelli, subscrito por mais quatro vereadores, requer informações sobre uma das câmaras de monitoramento recém instaladas pela prefeitura na Avenida Orlando Belluzzo, próximo à EM Profª Rosa Benatti, que teria sido furtada. Aprovado por unanimidade.

Poucas pessoas compareceram para acompanhar os trabalhos do Legislativo que foram transmitidos através das redes sociais – Alcir Zago/Candeia