Slider

Professor Massucato vai ser homenageado pela Câmara, denominando praça pública no Jardim Maria Luiza.

O professor José Cláudio Massucato, falecido em 2013, deve dar nome à praça pública, localizada na esquina das avenidas Pedro Ferreira de Moraes e Rodolfo Luís Galízia, no Jardim Maria Luiza.

A iniciativa partiu do vereador Ricardo Prearo (DEM) e foi apresentada na sessão de segunda-feira, 17. A proposta foi encaminhada às comissões permanentes, para emissão de parecer, e deve ser votada nas próximas sessões.

Massucato nasceu em Boraceia no ano de 1947. Cursou Matemática e Ciências na Universidade do Sagrado Coração de Bauru. Formou-se em Pedagogia na Faculdade de Avaré, com especialização em administração escolar.

Quando ainda cursava o magistério em Bariri conheceu a professora Margarete Palamin Massucato, com quem namorou por 10 anos e casou-se em 1977. Tiveram duas filhas, a fonoaudióloga Tatiana e a arquiteta Talita.

Residindo em Bariri, atuou em várias escolas das redes oficial e privada, como Idalina Vianna Ferro, Euclydes Moreira da Silva, Ephigênia Cardoso Machado Fortunato e Escola de Comércio Francisco Munhoz. Aposentou-se lecionando na Escola Prefeito Modesto Masson.

Passou a vida dividido entre duas paixões: dar aula e cuidar do sítio em Boraceia, onde nasceu e morou na infância e no qual permanecia seus pais.

Religioso e católico atuante, pertenceu, juntamente com a esposa Margarete, ao movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC), ministrando palestras no SolCris e curso de noivos.  Durante cinco anos ocupou o cargo de ministro extraordinário da Eucaristia.

Em outubro de 2013, após quatro anos de luta e desgastante tratamento, foi vencido pelo câncer e faleceu em 21 de outubro, aos 66 anos.