Composição 1_1
Composição 1_1

Presidente da Câmara de Bariri, Airton Pegoraro, e vereadores Edcarlos e Ricardo entregam os títulos ao padre Ériko e médico Vinicius Coralino

A Câmara Municipal de Bariri ficou lotada na noite de segunda-feira (29), ocasião em que houve sessão solene para entrega do título de cidadão baririense ao padre Ériko Thiago Nogueira e ao médico Vinicius Coralino dos Reis Pereira.
Compareceram familiares e amigos dos homenageados, muitas pessoas ligadas à Paróquia Nossa Senhora das Dores de Bariri e profissionais da área de medicina.
Entre os vereadores, ausentaram-se do evento Benedito Antonio Franchini (PRD) e Júlio César Devides (PDT).
A solenidade teve início com a entrada dos homenageados, acompanhados por vereadores. Em seguida, foram executados os hinos nacional e de Bariri.
O vereador Ricardo Prearo (PSD) leu o projeto de sua autoria, que concedeu o título a Vinicius. O vereador Edcarlos Pereira dos Santos (PP) propôs a honraria ao padre Ériko, lendo a proposta aprovada pela Casa de Leis.
A sessão continuou com a entrega dos títulos, pronunciamento de vereadores, dos dois homenageados e também de Dirceu Mazotti e Cinira Moreira Giacone Mazotti, membros atuantes da Paróquia Nossa Senhora das Dores de Bariri.

Março de 2015

Padre Ériko tem 45 anos e nasceu em Jaboticabal. É filho de Claudino Onofre Nogueira, já falecido, e de Maria Tereza Grassi Nogueira. Tem três irmãos: Anderson, Fernando e Andreza.
Passou a infância na cidade de Itápolis, onde teve suas primeiras experiências profissionais, como sorveteiro, office boy e jardineiro. Aos 18 anos, residindo em Ilha Solteira, recebeu o chamado vocacional. Voltou a Itápolis e iniciou encontros vocacionais para confirmar a opção pelo sacerdócio.
Em 2001 ingressou no Seminário Propedêutico de Jaú e fez estágio pastoral na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, também de Jaú.
De 2002 a 2005, frequentou o Seminário de Filosofia de São Carlos e fez estágios em várias paróquias da Diocese de São Carlos.
Em 2006 iniciou a Faculdade de Teologia na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Camp). Antes de concluir o curso, em dezembro de 2008, foi ordenado diácono na Paróquia de São Benedito de Itápolis.
No dia 20 de março de 2009, recebeu a ordenação sacerdotal na Paróquia do Divino Espírito Santo, também em Itápolis. Sua primeira paróquia como padre foi a de Santo Antonio de Pádua, em Gavião Peixoto, onde permaneceu por seis anos.
Em março de 2015, assumiu a Paróquia Nossa Senhora das Dores de Bariri, onde permanece até hoje.

Aulas em cursinho

Vinicius nasceu em Caraguatatuba. É filho de Benedito Coralino e de Rosângela Garcia dos Reis Pereira e casado com Alana Sansini Coralino Pereira.
A família mudou-se para Bariri em 1993. Vinicius estudou no Centro Educacional Sesi. Participativo, foi convidado a dar aulas de química, física e biologia em cursinho para alunos de baixa renda, no antigo prédio da Avenida Sete de Setembro, além de aulas pré-vestibulares para turmas do terceiro ano do ensino médio na escola Idalina Vianna Ferro.
Vinicius é formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e fez residência médica em Neurocirurgia pelo Hospital Geral Socor, em Belo Horizonte (MG).
Fez intercâmbio com a Universidade de Rouen Normandie, na França. Na volta ao Brasil, terminou residência médica de Neurocirurgia, com a provação da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN).
Concluiu a especialização nos Estados Unidos, em Dallas (Texas), no curso de Cirurgia Minimamente Invasiva, que lhe valeu o ingresso na North American Spine Society.
No Hospital Sírio Libanês concluiu pós-graduação em preceptoria em residência médica pelo SUS e já atuou como membro da Comissão de Ética da Santa Casa de Jaú. É mestre em Ciências da Saúde e professor no curso de Medicina da Unoeste de Jaú.
Desde 2014, faz parte da equipe de Neurocirurgia dos hospitais Amaral Carvalho e Santa Casa, ambos de Jaú. Recentemente, liderou cirurgia inédita de hérnia de disco por endoscopia na Santa Casa de Jaú.