Slider

Segunda-feira, 8, o Legislativo realizou a segunda sessão do mês de outubro, com a presença de sete vereadores. O presidente Ricardo Prearo (PDT) não compareceu porque está com Covid-19 e foi substituído pelo vice-presidente, Benedito Antonio Franchini (PTB). Armando Perazzelli (Pode) também esteve ausente, acompanhado tratamento de saúde do filho, Heitor Perazzelli.

Somente dois projetos foram votados e aprovados durante a ordem do dia. Um deles concede título de cidadão baririense para José Gari Borges, 79 anos. A iniciativa do vereador Ditinho Franchini recebeu unanimidade dos votos.

Gari nasceu em Itaju e aos cinco anos de idade mudou-se para Bariri. Foi casado com Célia Marina Dal Pozzo Borges, já falecida, com quem teve quatro filhos: Danilo, Astrid, Murilo (in memoriam) e Sabrina. A professora Solange Aparecida Testa é sua atual esposa.

Aposentado da Cesp, voltou a morar em Bariri, engajou-se em vários movimentos sociais, em especial o Rotary Club e a Associação de Eventos da Santa Casa de Bariri. Sempre gostou de esporte e foi um grande esportista. Craque de futebol. Disputou campeonatos regionais amadores, em especial pelo time da antiga Indústria Resegue.

 

10 dias para ausência

 

Outra questão importante definida na sessão de segunda-feira, refere-se à aprovação do pedido do prefeito Neto Leoni para ausentar-se por mais 10 dias do município, para tratamento da Covid-19.

Desde 4 de outubro ele está internado no Hospital da Unimed de Bauru e, conforme a Lei Orgânica do Município, após 15 dias de afastamento deve receber autorização da Câmara para permanecer despachando no leito hospitalar.

Se o pedido fosse negado, o cargo de chefe do Executivo deveria ser ocupado pela vice-prefeita Maria Pia Pio da Silva Nary (DEM), que está em plena campanha eleitoral. Por 4 votos a 2, o Legislativo decidiu conceder os 10 dias ao prefeito acamado.

 

Outras propostas

 

Durante a sessão iniciou tramitação projeto de iniciativa de Prearo que institui a Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA), que confere identificação à pessoa diagnosticada com Transtorno de Espectro Autista (TEA).

Cinco vereadores subscreveram dois requerimentos que questionam atos do prefeito, referentes à falta de água (o que envolve o Saemba) e processo administrativo de concessão de incentivo ao pagamento de aluguel.

Os membros do Legislativo apresentaram cinco moções de pesar pelo falecimento de munícipes e uma indicação de obras e serviços, no setor de limpeza pública.

 

Palavra Livre

 

Seis vereadores – Leandro Gonzalez, Luís Carlos de Paula, João Luís Munhoz, Evandro Folieni, Vagner Ferreira e Rubens Pereira dos Santos – fizeram uso da Palavra Livre e comentaram propostas e projetos votados e apresentados durante a sessão, além de temas referentes à gestão pública, em especial críticas ao prefeito Neto Leoni.

Entre os tremas abordados estava a falta de água e a necessidade de construção de poços artesianos; relação de obras e projetos de gestões passadas; recursos públicos utilizados para fins eleitoreiros; falta de prestação de contas na saúde; falta de política de desenvolvimento e geração de empregos; crítica ao protagonismo de Dito Mazotti na atual campanha eleitoral, condenado por desvios de remédios na saúde; e riscos do coronavírus e necessária solidariedade aos atingidos pela doença.

Com a presença de vários candidatos a cargos majoritários e Legislativo, o público presente à sessão foi bem maior que em edições anteriores.

José Gari, que recebeu o título de cidadão baririense, nasceu em Itaju e se destacou na área desportiva. A professora Solange Aparecida Testa é sua atual esposa – Divulgação

Ricardo Prearo não compareceu porque está com Covid-19 e foi substituído na condução dos trabalhos pelo vereador Ditinho Franchini – Alcir Zago/Candeia

 

Internet gratuita

 

Outra matéria votada e aprovada na sessão de outubro é de autoria do vereador Francisco Leandro Gonzalez (Pode), que autoriza o Executivo a oferecer acesso gratuito à internet para alunos da rede municipal e estadual.

O benefício tem caráter emergencial e temporário, uma vez que deve durar até o término da suspensão de atividades presenciais, devido à pandemia de Covid-19. Hoje as atividades são remotas, através de plataformas digitais. O acesso gratuito destina-se a finalidade educacional.

O projeto foi apresentado em meados de agosto e o autor vinha insistindo na necessidade de sua aprovação. Entre as justificativas, Gonzalez citou matéria do Candeia que traz pesquisa realizada pela Diretoria Municipal de Educação junto aos pais de alunos, questionando se o estudante tinha ou não acesso à internet na residência.

Conforme levantamento, 13,5% dos alunos não contam com a ferramenta tecnológica.

De um universo de aproximadamente 2,8 mil pais que responderam ao questionário, 380 relataram que não tem acesso à internet. O vereador chegou a sugerir que o prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) enviasse projeto com o mesmo teor, o que, segundo ele, corroboraria para sua aprovação, uma vez que o Executivo tem vetado matérias originárias da oposição.

Na verdade, os vetos enviados á Câmara pelo Executivo têm como justificativa a inconstitucionalidade (são matérias supostamente de atribuição do prefeito e não têm levantamento de impacto financeiro aos cofres municipais, mesmo com aumento de despesas). A Câmara tem derrubado os vetos, uma vez que a oposição hoje conta com maioria dos votos.

Internet gratuita: benefício tem caráter emergencial e temporário e é mais uma das propostas de autoria do vereador Leandro Gonzalez – Alcir Zago/Candeia

 

Confira resumo dos trabalhos do Legislativo

 

Projetos Votados

 

03/2020 – Projeto de Decreto – Concede título de cidadão baririense a José Gari Borges. Aprovado por unanimidade.

 

03/2020 – Decreto Legislativo – Autoriza o prefeito Francisco Leoni Neto se ausentar do município para tratamento de saúde, sem prejuízo de suas funções, pelo período de dez dias. Aprovado por maioria de votos.

 

18/2020 – Garante acesso gratuito à internet aos alunos da rede pública municipal e estadual. Aprovado por unanimidade.

 

Projetos Apresentados

 

25/2020 – Institui a Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA), que confere identificação à pessoa diagnosticada com Transtorno de Espectro Autista (TEA).

 

Indicação

 

34/2020 – Luís Carlos de Paula indica providência em relação à área de terra (sítio) próxima ao Jardim São Marcos, na Rua Abílio Giacon, que tem mato alto, com insetos e bichos.

 

Requerimentos

 

29/2020 – Armando Perazzelli, subscrito por mais quatro vereadores, requer informações sobre providências tomadas pelo Saemba em relação à falta de água em vários bairros da cidade, em especial do Parque dos Ipês. Aprovado por unanimidade.

 

30/2020 – Evandro Folieni, subscrito por mais quatro vereadores, requer cópia integral do processo administrativo n° 4695/20 – datado de 01/04/20 – Assunto: concessão de incentivo ao pagamento de aluguel. Aprovado por unanimidade.

Com a presença de vários candidatos a cargos majoritários e Legislativo, o público presente à sessão foi bem maior que em edições anteriores – Alcir Zago/Candeia