Slider

Reunião para discutir diretrizes do projeto de residência multiprofissional, entre a prefeitura local e a USP – Divulgação

Terça-feira, 13, reunião tratou de plano de instalação de residência em Saúde da Família de universitários das áreas de Odontologia, Enfermagem e Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP).

O projeto envolve prefeituras dos municípios de Bariri, Boraceia e Itaju e resulta na atuação de universitários e profissionais de saúde na rede básica das três cidades. Isso inclui o atendimento de dentistas, enfermeiros, psicólogos, e, futuramente, médicos.

A intenção é que os profissionais atuem nos ambulatórios, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e Estratégias Saúde da Família (ESFs). E se o programa evoluir bem, também na Santa Casa e pronto atendimento.

Participaram do encontro em Bariri, o prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB); Marina Prearo, diretora de Saúde; Marcelo Lenharo, diretor de Administração Pública; Mozart Marciano, gestor geral da Santa Casa de Bariri; e o médico Renato Gonçalves Felix.

Através das redes sociais, Abelardinho afirmou que o objetivo foi discutir diretrizes do projeto de residência multiprofissional, celebrado entre a prefeitura local e a Universidade de São Paulo (USP).

O plano de residência em Saúde da Família nos três municípios foi anunciado há cerca de dois meses, em Boraceia, com a presença do professor Rossevelt Bastos, da FOB/USP,

De acordo com Marcelo Lenharo, os municípios dependem de verbas do governo federal ou estadual, que serão utilizadas para financiar o projeto diretamente na USP.

A contrapartida dos municípios é com fornecimento de alimentação e transporte dos estudantes.