Slider

Secretário Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido: “temos o dever de fomentar políticas públicas que vão ao encontro do desenvolvimento sustentável” – Governo do Estado de São Paulo

O município de Bariri ficou na 279ª colocação no ranking de 2019 do Programa Município Verde Azul (PMVA), da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente. A nota obtida pela cidade foi 27,26.

Boraceia, com nota 19,20, foi rankeada no 316º lugar entre os 645 municípios paulistas. Itaju ficou na 642ª posição, com nota 4,79.

Anteontem, dia 5, o governador João Doria (PSDB) entregou troféus Franco Montoro para os municípios líderes do ranking do PMVA.

Ao todo, 92 cidades receberam certificação por notas também acima de 80 pontos e 62 foram qualificadas ao obterem notas entre 60 e 79,9 no ranking geral até 100. São José do Rio Preto foi a campeã no ranking geral totalizando 97,00 pontos seguida de Bragança Paulista com 94,74 e Novo Horizonte com 94,23.

O PMVA tem o propósito de incentivar, apoiar e medir de maneira descentralizada a agenda ambiental dos municípios paulistas.

Atualmente participam do PMVA 613 municípios que colocam em prática 85 tarefas, divididas em dez diretrizes da agenda ambiental local, coordenada por um interlocutor, e que abrange temas estratégicos: Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos. Para incentivar a prática destas atividades, o Programa atribui notas de zero a 100 ao resultado das ações realizadas no município durante um ano.

“Nós temos o dever de fomentar políticas públicas que vão ao encontro do desenvolvimento sustentável. Este programa nos aproxima das prefeituras para entendermos suas demandas e unirmos esforços. A partir disso, nossa equipe pode ajudar os municípios a elaborar e colocar em prática bons projetos. É a oportunidade de inovar e disseminar ações entre as cidades”, explica o secretário Marcos Penido.

Em 2019, foram capacitadas 384 pessoas em 151 municípios nas diversas regiões do estado. Durante os trabalhos, os interlocutores votaram sobre a mudança do calendário do Programa, com o objetivo de não coincidir com as eleições municipais.