Slider

Reunião foi realizada na terça-feira na prefeitura de Bariri: projeto está tramitando no Legislativo – Robertinho Coletta/Candeia

Alcir Zago

 

Representantes dos poderes Executivo e Legislativo e empresários participaram, na terça-feira, dia 3, na prefeitura de Bariri, de reunião para tratar da iniciativa do município em aderir ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi).

O prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) encaminhou projeto de lei à Câmara para que os vereadores discutam a proposta. A colocação da matéria para votação depende do presidente da Casa, Ricardo Prearo (DEM). Antes, é preciso que as comissões dêem parecer sobre o projeto.

Na sessão passada, dia 2, vereadores da oposição comentaram que pretendiam votar contra qualquer projeto até que o Executivo resolva questões relacionadas à Saúde e à Santa Casa.

Na reunião, Neto Leoni disse que em 2001 implantou o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) em Bariri. Somente com a existência do SIM ou do Serviço de Inspeção Estadual (Sisp) é possível que haja a adesão do Sisbi.

O médico veterinário Felipe Habib Tauk, responsável pela implantação do serviço em Rio Claro, comentou que várias empresas aumentaram a produção e o número de funcionários após a adesão ao Sisbi. Segundo ele, no Estado de São Paulo, além de Rio Claro somente Itu, Ibiúna e Fernandópolis contam com o serviço.

Prearo, que também é empresário do setor avícola, ressaltou que o Sisbi pode melhorar o ambiente de negócios em Bariri, fazendo com que as empresas possam comercializar produtos em todo o território nacional.

 

Venda

 

De acordo com o Ministério da Agricultura, município e Estados que aderem ao Sisbi garantem às agroindústrias interessadas a autorização para venderem seus produtos de origem animal – como queijos, salames, ovos e mel – para todo o País e não apenas para sua cidade ou Estado.

De acordo com o Ministério da Agricultura, que criou a certificação em 2006, a adesão beneficia principalmente os pequenos estabelecimentos, que muitas vezes têm dificuldade em cumprir todos os requisitos burocráticos e técnicos exigidos pelo Sistema de Inspeção Federal (SIF).

O Sisbi padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar. Uma das vantagens de Bariri é que o município já conta com médico veterinário responsável pelo SIM.

Para efetivar a adesão, é necessário comprovar que municípios ou Estados têm condições de avaliar a qualidade e a inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura.

Os estabelecimentos registrados nesses serviços estaduais e municipais que integrem o Sisbi podem comercializar seus produtos em todo o território nacional, nas mesmas condições de estabelecimentos registrados no SIF, com exceção de exportação.

(Mais informações sobre o assunto podem ser obtidas no Facebook do Jornal Candeia)