Slider

Na semana que passou quatro vítimas de furto procuraram a Polícia Civil de Bariri para registrar boletim de ocorrência (BO) – Arquivo Candeia

Na semana que passou quatro vítimas de furto procuraram a Polícia Civil de Bariri para registrar boletim de ocorrência (BO).

No dia 15 de fevereiro foi invadida empresa situada na Avenida Dona Francisca Maria Scalise Stradioti, no Jardim Nova Bariri.

Motorista de 68 anos informou que teve ferramentas subtraídas do local, pois guarda nos fundos da oficina alguns pertences de seu caminhão.

O ladrão levou um macaco, uma corda de nylon de cor branca de 100 metros de comprimento, um galão de arla (produto usado para inibir a poluição do escapamento do caminhão), um alicate de pressão, duas chaves estrela e um canivete.

Para adentrar ao local o ladrão escalou alambrado que mede 2,50 metros de altura.

Na madrugada de 28 de fevereiro o alvo foi a Emei 2, situada em frente da prefeitura de Bariri.

A diretora da unidade de ensino mencionou no BO que desconhecido entrou na escola e levou um filtro de água grande, instalado entre a entrada de água da rua e a caixa d’água.

Na madrugada de 29 de fevereiro foram furtadas uma bateria e uma caixa de som que estavam em veículo Kombi estacionado na Vila Santa Helena, em Bariri. A vítima foi auxiliar de serviços gerais de 50 anos.

No domingo, dia 1º, homem de 35 anos procurou a Polícia Civil para relatar furto ocorrido na Rua Sete de Setembro, no centro de Bariri.

O ladrão escalou portão de 2,20 metros de altura e conseguiu acesso a um corredor lateral externo de barracão comercial.

Como não conseguiu arrombar o cadeado, levou de 10 a 15 quilos de fios de 50 milímetros da caixa de energia localizada no corredor.

Ele teve de gastar R$ 500,00 com material e mão de obra para reparar o dano. Além disso, o furtos dos fios deixou a empresa sem atividade por dois dias.