Slider

Homem residente em São Paulo estava com máquinas e cartões das vítimas – Diego Santos

 

A Polícia Civil de Bariri prendeu na manhã desta quarta-feira (10) E. H. S., 21 anos, residente em São Paulo, por estelionato. O jovem estava num hotel da cidade, quando foi abordado pelos policiais.

O delegado titular de Bariri, Marcílio César Frederici de Mello, conta que a suspeita de que o autor dos golpes estaria em Bariri é que rapidamente um motoboy passava na casa das vítimas assim que elas recebiam ligações sobre eventuais fraudes no cartão de débito.

A Polícia Civil registrou dois boletins de ocorrência na terça-feira (9) e um na quarta-feira (10).

Em todos os casos, uma mulher telefonava e dizia ser representante de um banco. Relatava que havia fraude no cartão e que um motoboy passaria para recolher o cartão e a senha.

Com os dados em mãos, o golpista utilizava o cartão para compras no débito. Ele dispunha de seis máquinas para o crime. As vítimas não conseguiam ligar para os bancos porque as linhas telefônicas eram bloqueadas.

No fim da manhã desta quarta-feira (10) os policiais detiveram o suspeito num hotel de Bariri. Com ele havia máquinas, cartões, telefones celulares e pequena quantidade de maconha. Tinha também uma central de transferência para consumar os golpes. Ele estaria em Bariri desde o início da semana.

Segundo o delegado Marcílio Mello, o acusado tem extensa ficha criminal, inclusive com medida cautelar por tráfico de entorpecentes.

Haverá pedido à Justiça para que E. H. S. responda preso aos delitos de estelionato e porte de entorpecentes.

A Polícia Civil busca identificar outros envolvidos nos golpes e tentar reaver o dinheiro das vítimas.

Sobre as medidas preventivas, o delegado destaca que as pessoas precisam tomar cuidado com conversas ao telefone e jamais entregar cartão e senha a desconhecidos. Em caso de problemas, é preciso que procurem a agência bancária pessoalmente.