Composição 1_1

Valdir de Souza Melo “As arquibancadas estão prontas, o píer, acabamos de perfurar o poço artesiano, concretamos o espaço onde serão feitas as quadras esportivas, seguimos agora com a construção da concha acústica (palco) e do espaço multicultural”

Valdir de Souza Melo

 

“As arquibancadas estão prontas, o píer, acabamos de perfurar o poço artesiano, concretamos o espaço onde serão feitas as quadras esportivas, seguimos agora com a construção da concha acústica (palco) e do espaço multicultural”

 

O Complexo Turístico Parque do Tietê, em Boraceia, está com 70% das obras da primeira etapa concluídas. De acordo com o prefeito da cidade, Valdir de Souza Melo (Di Picapau) – PSD -, 58 anos, a previsão é que essa fase seja concluída em maio, mês que marca o aniversário de 65 anos de Boraceia. Para a segunda etapa do complexo a prefeitura conta no momento com R$ 1 milhão do Fundo de Interesse Difusos (FID). Na entrevista ao Candeia, Valdir Melo comenta a respeito de projetos na educação, saúde e geração de emprego. O município deve instalar em 2024 o terceiro pólo industrial. O prefeito comenta que em 2023 houve queda da arrecadação, mas destaca que Boraceia atingiu “excelentes resultados em todas as áreas”.

 

Candeia – Qual sua avaliação da gestão municipal no ano de 2023?

Valdir Melo – Apesar das dificuldades que são encontradas com a queda na arrecadação, conseguimos excelentes resultados em todas as áreas. Nosso trabalho vem tendo um bom respaldo por parte da população e nosso trabalho segue com um alto índice de aprovação. Conseguimos dar andamento em projetos importantes como a modernização da saúde em nosso município, estamos reformando e ampliando as unidades de ensino municipais, investimento muito em infraestrutura com asfalto e recape, mantendo a cidade com a mobilidade urbana perfeita neste quesito. Concluímos um trecho importante de galerias pluviais e estamos prontos para dar início a outro, avançamos muito no nosso projeto de transformar Boraceia num município de destino turístico no Estado. A estrada que liga Boraceia a Arealva está asfaltada, um sonho de mais de 30 anos, é uma conquista da nossa administração. Promovemos uma ampla reforma no nosso Centro de Saúde, consultórios, quartos de medicação, recepção modernizada, novos equipamentos, mobiliários e tantas outras benfeitorias, caminhamos para em pouco tempo ter em nosso município um mini-hospital que atende nossa população. Somos o único na região, em cidades do nosso porte e até maiores, que atende 24 horas, temos uma equipe com 16 médicos com uma retaguarda de enfermeiros, técnicos e outros profissionais que dão todo o suporte necessário. Nossa frota de veículos da saúde foi 100% trocada por veículos zero-quilômetro, compramos e equipamos uma ambulância UTI para atendimentos emergenciais, entre outras conquistas.

 

Candeia – Quais as principais metas para 2024 no governo de Boraceia?

Valdir Melo – Será um ano desafiador no que tange à área econômica, vamos precisar ainda mais do apoio dos nossos deputados que têm muito nos auxiliado com a liberação de recursos através de emendas, dinheiro que é aplicado na realização de obras, compras de medicamentos, equipamentos, infraestrutura urbana. Na última semana, recebemos no dia 30 de dezembro o deputado federal Arnaldo Jardim, nosso grande parceiro, que anunciou a liberação de R$ 1.000.000,00 para darmos início imediato na segunda etapa do nosso Complexo Turístico Parque do Tietê e ainda se comprometeu com os moradores do bairro Piovezana, com a liberação de mais R$ 400.000,00 para a instalação da iluminação pública no local. Estamos com a construção de seis novas salas de aula na Emef Profª Salete Maróstiga, recebemos a escola do Governo do Estado com seis salas. Ela está com 10 salas e até o final deste ano estará com 16 salas de aulas e toda a infraestrutura necessária para receber os alunos no futuro e implantarmos a escola integral na unidade. Vamos entregar a primeira etapa do Parque do Tietê que já está com 70% das obras concluídas. Vamos concluir a liberação do nosso distrito industrial, são 100 metros quadrados que será destinado para a ampliação de empresas já em atividade na cidade e receber outras novas empresas, gerando emprego e renda para jovens, homens e mulheres, A meta para 2024 se resume em trabalhar e trabalhar muito para o progresso e desenvolvimento de Boraceia.

 

Candeia – Como estão as obras do Complexo Turístico Parque do Tietê? Há recursos para a continuidade dos serviços?

Valdir Melo – Estamos com 70% das obras da primeira etapa concluída, as arquibancadas prontas, o píer, acabamos de perfurar o poço artesiano, concretamos o espaço onde serão feitas as quadras esportivas, seguimos agora com a construção da concha acústica (palco) e do espaço multicultural. Nossa expectativa é de que possamos incluir a entrega da primeira etapa na programação de eventos em comemoração aos 65 anos de Boraceia em maio. Paralelamente, vamos dar início à segunda etapa do projeto, do outro lado da vicinal, com a liberação dos recursos do FID (Fundo de Interesses Difusos) anunciada pelo deputado federal Arnaldo Jardim, teremos mais R$ 1.000.000,00 para darmos início a esta etapa, que será concluída a médio e longo prazo. Esta parte do projeto está orçada em pouco mais de R$ 5.000.000,00 e deve ser executada de acordo com os recursos que vamos conquistando. Nessa área está prevista uma pista para caminhada e ciclismo, um parque de camping, um museu com a história do Rio Tietê e um grande aquário abrigará as espécies de peixes nativas do rio, um atracadouro para embarcações e a reconstrução de um trecho da ponte que hoje está submersa, mas que ligava os municípios de Boraceia até Itapuí antes da construção da usina, além de outras atrações.

 

Candeia – Um dos objetivos de seu governo era a ampliação do ensino integral. Que medidas foram tomadas e quais as que estão planejadas para 2024?

Valdir Melo – Os investimentos na educação, assim como na saúde, são pilares da nossa administração. Estamos trabalhando na reforma e ampliação das creches e unidades de educação infantil e fundamental para a implantação gradativa do ensino integral em Boraceia. Promovemos a reforma completa e ampliação da Emei Pingo de Gente, com 80% das obras executadas com recursos do município. Novo refeitório, uma miniquadra esportiva e a modernização do prédio da escola. Na Emef Profª Salete Maróstiga também foi feito um refeitório e estamos ampliando a escola com a construção de uma nova ala com seis novas salas de aula, sanitários e espaço comum. Tudo com recurso próprio, dinheiro que soubemos gastar, dinheiro do povo que volta em benefícios para o povo. O ensino integral já é realidade em três unidades do município, na Emei Pingo de Gente, e nas creches Profª Paula Franchin Burjato e Profª Valéria de Jesus de Vincenzi Morales. O próximo passo será estender o ensino integral à escola Salete Maróstiga.

 

Candeia – O governo de Boraceia é reconhecido por políticas no desenvolvimento econômico. O que o senhor pretende realizar em 2024 nessa área?

Valdir Melo – Para 2024 será a construção do nosso terceiro pólo industrial. São 100 mil metros quadrados distribuídos em duas áreas: uma parte ao fundo do Lago Municipal, ali são pouco mais de 33 mil metros que abrigará inicialmente quatro novas empresas. O restante da área está localizado em frente ao Jardim Paraíso, na margem contrária da SP-261. Ali são 67 mil metros quadrados, inicialmente divididos em oito áreas, para receber novas empresas e ampliações das empresas já em atividade na cidade. O local já conta com galerias e asfalto, estamos instalando e iluminação nos próximos dias. Vamos buscar junto ao Governo do Estado a construção de um pontilhão ou um dispositivo de acesso que garantirá segurança tanto para quem tem como destino o Jardim Paraíso quanto o novo distrito.

 

Candeia – Boraceia mudou a referência de atendimento na saúde para a Santa Casa de Pederneiras. Como o senhor avalia essa alteração?

Valdir Melo – A mudança foi realizada no primeiro trimestre de 2023. Foi uma mudança estratégica, tanto questão de logística quanto na questão da realização de procedimentos cirúrgicos. Estamos satisfeitos com a mudança que manteve o atendimento a população (quando necessário) já que nem todos os pacientes são transferidos para a Santa Casa de Pederneiras. Afirmo que 90% dos atendimentos hoje são concluídos no Centro de Saúde que possui uma estrutura hospitalar para atender nossa população em caso de urgência e emergência. No caso da realização de exames e cirurgias eletivas conseguimos elevar esse tipo de atendimento com mudança realizada.