Composição 1_1
Composição 1_1

 

“O câncer de próstata só gera sintomas tardiamente, quando a doença já está avançada, tais como urina no sangue, dor ou até mesmo a parada da saída da urina”

 

Os cuidados com o corpo devem ser mantidos o ano todo, mas em novembro a campanha Novembro Azul chega para reforçar a importância de estar em dia com a saúde masculina, especialmente a da próstata. Em entrevista ao Candeia, o urologista Pedro Pajolli, da Hapvida, traz informações importantes sobre essa doença. Ele reforça a importância do diagnóstico precoce.

 

Candeia – O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor que mais mata homens no Brasil, atrás apenas do câncer de pulmão. Segundo dados do Ministério da Saúde, de 2019 a 2021 foram registradas mais de 16 mil mortes. Diante desse cenário, qual a importância do diagnóstico precoce?

Pedro Pajolli – Diagnosticado precocemente, o câncer de próstata tem mais de 90% de chances de cura. O câncer de próstata só gera sintomas tardiamente, quando a doença já está avançada, tais como urina no sangue, dor ou até mesmo a parada da saída da urina. Por isso, o ideal é fazer, no mínimo, uma avaliação anual com o urologista visando o diagnóstico precoce.

 

Candeia – Quais são os principais fatores de risco?

Pedro Pajolli – Os principais fatores de risco estão associados à hereditariedade, ou seja, parentes de 1° grau com câncer de próstata têm duas vezes mais chance de ter a doença do que a população em geral. Caso haja dois parentes com a neoplasia, esse risco aumenta em seis vezes. O câncer de próstata também acomete mais os afrodescendentes. Devido a um fator genético, eles têm duas vezes mais risco.

 

Candeia – Quando começar a fazer os exames preventivos?

Pedro Pajolli – A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) recomenda que homens de etnia negra ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata iniciem a avaliação urológica com 45 anos, enquanto que os demais devem começar aos 50 anos. Para prevenir a doença, o paciente deve passar pela avaliação do urologista e realizar o exame clínico, o toque retal. Salientamos que o toque é um exame rápido, cerca de cinco segundos, e de grande importância, uma vez que a próstata pode ser mensurada para que seja avaliada a presença de algum nódulo sugestivo de câncer. Sabemos que cerca de 20% dos tumores são diagnosticados apenas por meio do toque.

 

Candeia – Como cuidar da saúde como um todo ao longo dos anos?

Pedro Pajolli – Cuidar da saúde como um todo corresponde a manter um estilo de vida que inclua hábitos saudáveis. Para isso, deve-se evitar o consumo exagerado de alimentos ricos em gordura saturada muito presente na carne vermelha, alimentos embutidos como salame, salsichas e em alimentos ultraprocessados como sorvete, bolachas recheadas. É importante evitar o consumo de açúcar, álcool e o tabagismo. Também não podemos esquecer de praticar uma atividade física regularmente, o recomendado é cerca de 150 minutos de exercícios físicos por semana.