Slider

No momento, crianças da creche Carmen serão transferida para prédio no centro de Bariri, onde funcionava extensão da creche Leonor – Divulgação

Alcir Zago

A diretora municipal de Educação, Cultura e Esporte, Ana Fabíola Camargo Fanton Rodrigues, diz que a Creche Carmen Sola Modolin Aquilante não terá o retorno de suas atividades na segunda-feira, dia 3, juntamente com o reinício das aulas da rede municipal.
O motivo é que nesta semana houve vistoria da Diretoria Municipal de Saúde na unidade, sendo encontrados escorpiões mortos. Na edição passada, dia 25, o Candeia mencionou que a creche seria reativada porque houve limpeza e reparos no prédio.
Segundo Fabíola, apesar da retirada de batentes, dedetização, capina, vedações de buracos e instalação de telas em ralos, os escorpiões ainda estão entrando na creche.
Para garantir a segurança das crianças e dos funcionários e para não colocá-las em outras creches, a opção foi utilizar imóvel na Avenida Claudionor Barbieri, no centro de Bariri, onde anteriormente funcionava a extensão da Creche Leonor Mauad Carreira.
O prédio precisará passar por limpeza, com previsão de que seja utilizado a partir de quarta-feira, dia 5.
Devido à distância entre os dois locais, a prefeitura irá fornecer transporte aos alunos dos maternais 1 e 2 (2 e 3 anos de idade). Já os bebês precisarão ser levados pelos pais.
A diretora de Educação diz que é preciso pensar primeiro na segurança de todos e pede a colaboração dos pais para que levem os pequenos até o prédio no centro da cidade. Algumas pessoas optaram por outras creches espalhadas por Bariri.
A creche Carmen precisará passar por novas intervenções para impedir que escorpiões entrem no local. Uma das medidas estudadas é a colocação de piso liso no entorno da unidade. Também é preciso que haja solução para olaria desativada, de onde estariam proliferando os aracnídeos.