Slider

Através das redes sociais, Silvia Gandara anunciou o início das atividades letivas de forma remota até maior segurança a alunos e professores no espaço – Reprodução/Facebook

Através das redes sociais, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Bariri (Apae) anunciou o início do ano letivo de 2021, através de atividades e aulas remotas, a partir desta segunda-feira, 1º de fevereiro.

De acordo com a diretora, Silvia Maria de Barros Gandara, a interação com os alunos será semelhante à realizada em 2020, ou seja, através de vídeos, contatos telefônicos, WhatsApp e lições nos cadernos enviadas por professores.

Segundo Sílvia, é necessário maior segurança aos professores e alunos dentro do espaço escolar, para que aulas presenciais sejam retomadas. “Quando chegar a vacina nos sentiremos mais seguros”, pondera a diretora.

Ela afirma que a equipe escolar está em constante contato com pais e responsáveis e que todas as dúvidas podem ser sanadas através desses canais. “Contamos com esses parceiros para incentivar e encorajar nossos alunos a participar de todas as atividades e alunos propostas e enviadas”, ressalta.

 

Ensino híbrido

 

Em Bariri, as diferentes redes de ensino afirmam que vão cumprir os decretos, tanto do Estado como do município, e oferecer sistema híbrido, que combina aulas remotas e presenciais, não obrigatórias.

De acordo com a diretora de Educação da prefeitura de Bariri, Stefani Edvirgem da Silva Borges, a rede municipal deve permanecer no modo remoto até 9 de março. Depois, pretende cumprir as determinações do Plano SP, com aulas híbridas, sendo as presenciais para 35% de alunos e de forma opcional.

As aulas híbridas (remotas e presenciais) na rede estadual São Paulo terão início no dia 8 de fevereiro, sendo a primeira semana deste mês dedicada à formação de equipes escolares, comunicação às famílias e apoio aos alunos.

 

Rede particular

 

As atividades da Rede Sesi-SP tiveram início dia 25, segunda-feira, com reuniões virtuais pré-agendadas com os pais e responsáveis. Durante a semana, os alunos retornaram de forma não presencial pela Plataforma Conexão Digital. O plano de retorno às aulas presenciais prevê o atendimento de todos os protocolos de saúde, segurança sanitária.

As escolas Mini Mundo e Colégio Max retornaram neste dia 1º de fevereiro com acolhimento aos alunos, dentro da proposta de 35% de alunos matriculados e em dias pré-determinados para o Ensino Fundamental I e Fundamental II. A partir do dia 8 de fevereiro, as unidades iniciam fase de sistema híbrido (aulas presenciais e não presenciais), com rodízio semanal e/ou diário conforme a turma e dependendo do número de alunos.

A Cooperativa Educacional de Bariri (Coeba) também iniciou o ano letivo de 2021 nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, e, nos primeiros quinze dias as aulas são remotas (por meio digital). Após este período, de acordo com a direção, “a escola está preparada e segura para as aulas presenciais com sistema híbrido”.