Slider

Comerciantes investem em produtos da mídia para atrair o público

Lojistas ouvidos pelo Candeia demonstraram otimismo com relação a vendas no Dia das Crianças, comemorado na próxima sexta-feira, 12.
Representantes de diferentes ramos opinaram sobre como investiram nessa época para ganhar os consumidores que buscam presentear os filhos.
Priscila Fanton, proprietária da loja Mundo Mágico, comentou que a expectativa de vendas para o Dia das Crianças é alta.
“A loja Mundo Mágico busca trazer os melhores produtos e preços que cabem no bolso do cliente, além de promoções que a loja oferece em alguns produtos, também parcelamos em até 12 vezes”, afirma .
Segundo ela, os produtos mais procurados nessa época são os que estão na mídia, como bonecas Reborn e Barbie, pista de carrinhos, patins quatro rodas. “Temos a boneca que come e faz cocô e variedades em dinossaouros, que são os mais populares”, ressalta a lojista.
“Também vale ressaltar que nesse dia os pais se esforçam em dar o presente que o filho deseja, já que a loja conta com opção de parcelamento, o que acaba facilitando a compra dos pais”, afirma Priscila.
Iara Aparecida Silvestre, proprietária da Baripel, informou à reportagem que acredita em boas vendas para essa época. “Os pais nunca deixam de presentear os filhos, mesmo que seja com uma lembrancinha”, comenta.
Para ela, os produtos mais vendidos são Baby Alive, Barbie, Nerf, Lol, super heróis e patins. “Os pais sempre procuram satisfazer os filhos, dentro da realidade de cada um”, esclarece Iara.
A proprietária comenta que nos dias 10 e 11 de outubro, a loja estará aberta até as 22h, com sorteio de brindes, doces e pipocas. No dia 12, Dia das Crianças ficará aberta até as 12h.
Na linha de chocolates, Vanessa Couto, franqueada Cacau Show Bariri e Jaú prevê um crescimento de 8% nas vendas com relação ao ano passado.
“Chocolates que acompanham brindes como jogos, pelúcias e livros são os destaques para o Dia das Crianças”, afirma Couto.
Segundo a franqueada, os pais procuram satisfazer a criança, mesmo impondo i um determinado valor. Para ela, os pais tentam unir a felicidade da criança com valor democrático.
Para este mês das crianças a lojista comenta algumas novidades do estabelecimento como livro com moldes Chocobichos e mini tabletes, livro adesivos Bellas para vestir as fadinhas e chocolates com formatos, trufinhas com olhos Chocomonstros, mini jogo Cara a Cara com chocolates Chocomonstros e o cofre Cremilda recheado de trufinhas.
Carla Adalgisa Q. B. Muzardo, proprietária da Casa de Móveis Campos, está confiante com as vendas, ela acredita que o aumento será maior que o ano de 2017.
Segundo Carla, os sucessos de vendas são os produtos que estão na mídia como patins de quatro rodas, Lol, Barbie, pista hot wheels, piscinas. Brinquedos mais em conta também são procurados.
Para a comerciante, os pais hoje em dia não compram por impulso. “Eles procuram produtos que a criança deseja e caibam no bolso”, comenta ela
Normalmente os pais deixam para comprar um presente melhor no Natal, finaliza Muzardo.
Marco e Valéria Perondi, proprietários do Bazar 15, afirmaram que esperam um aumento de 3% a 5% nas vendas deste ano.
Segundo eles, por ser uma data clássica nenhuma criança deixa de receber uma lembrancinha.
Para Valéria, este é o ano do patins, unicórnio e dinossaouro, além dos sucessos como legos, bonecas, Nerf, e também produtos na faixa de até R$ 59,90.
Eles acreditam que 80% dos pais fazem a vontade do filho na hora da compra. Mas também ressaltam que um diálogo é bem- vindo caso não tenham condições no momento, dando um lembrança de valor menor, para dar o melhor presente no Natal.