Slider

A obra está na etapa de formação, oficinas de teatro e audiovisual para preparação de atores, elenco mirim, adultos e equipe técnica

O diretor e arte educador, Ricardo Fernandes Rodrigues, iniciou as gravações de novo filme de curta metragem com adolescentes do Centro de Promoção Social da Paróquia Nossa Senhora das Dores de Bariri (CPS).
Intitulada “Meninos Bumerangues”, a produção integra o Projeto Como Fazer Cinema II, através do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), do Ministério da Cultura.
Por intermédio da Lei Rouanet, o curta está sendo patrocinado pelo grupo Frisokar e Balas Toffano, além de doações de pessoas físicas.
Segundo Rodrigues, a proposta é realizar oficinas de cinema no CPS e no Estúdio da Produtora Ruah Independente de Jaú, com equipamentos de alta tecnologia e espaços apropriados para Sets e reuniões.
A obra está na etapa de formação, oficinas de teatro e audiovisual para preparação de atores, elenco mirim, adultos e equipe técnica.
As oficinas são realizadas com alunos, professores, coordenador das escolas publica do município, crianças de vulnerabilidade social de difícil acesso à cultura e à produção do audiovisual de nossa cidade.
Eles aprendem as etapas de uma produção audiovisual como pesquisa, roteiro, direção, produção, fotografia, arte, locação, preparação de atores, trilhas sonoras, efeitos especiais, edição e montagem, distribuição entre outros.
A filmagem tem como base o roteiro de curta metragem de 15 minutos, intitulado “Meninos bumerangues” de autoria do próprio Ricardo. Após o término, o filme será apresentado no calendário cultural da cidade e exibido no Centro Educacional, Cultural e de Exposições Mario Fava além da veiculação em outros meios como NET, festivais e distribuição.

Colaborou: Ricardo Fernandes Rodrigues

Fotos – Aline Rodrigues

Ficha técnica

Curta Metragem – “Meninos Bumerangue”
Roteiro e Direção: Ricardo Fernandes Rodrigues
Gênero: Drama/Aventura
Classificação: Livre
Duração: 15’
Sinopse: Cidadezinha de interior de SP, Leonardo, 13, faz parte de um grupo de meninos de periferia que praticam como brincadeira bumerangues, pura diversão. Meninos que têm como lema de vida o efeito bumerangue “o que eu quero pra mim vou fazer para os outros para que meus sonhos sejam realizados”.