Slider

No mês de novembro, Padre Ériko e mais 39 peregrinos de Bariri visitaram locais sagrados e históricos na Itália e em Israel.

Peregrinar é sair em jornada, motivado pela fé, percorrendo lugares considerados santos por determinada religião. Descobrir o sentido e o valor acrescentados por essa caminhada cabe a cada peregrino. Essa era a meta do grupo que deixou Bariri no dia 05 de novembro para conhecer a Itália e Israel.

A primeira parada foi em Roma, onde os viajantes tiveram a oportunidade de conhecer lugares históricos como o Coliseu, a Via dos Fóruns Romanos, o Museu do Vaticano, a Capela Sistina, as basílicas de São Pedro e São Paulo, além de outros lugares turísticos como a Fontana di Trevi e a Praça Navona. Entretanto duas visitas especiais que marcaram o grupo, com certeza, foram a audiência com o Papa Francisco e a exploração de um pouco mais da Via Ápia Antiga, a fim de visitar as catacumbas de São Calixto – local surpreendente –, onde eram enterrados os primeiros cristãos que lutaram pela igreja católica. Dias inesquecíveis que ficarão registrados nas fotos e na memória de cada um.

Depois, Israel – Terra da Bíblia – Terra da Fé – Terra Santa. Reverenciada por milhões de fiéis ao longo da história de onde a crença de grande parte da humanidade surgiu, em meio ao deserto de pedras e das terras férteis das planícies do Jordão, e se espalhou mundo afora.

As visitas começaram pela cidade de Nazaré, capital da Galileia, onde Jesus passou sua juventude e viveu com Maria e José. Ali os peregrinos subiram o Monte das Bem-Aventuranças, o local do Sermão da Montanha, no qual foi rezada a primeira missa de Padre Eriko em solo israelense. Também estiveram no roteiro a Igreja do Primado de Pedro, a Igreja da Multiplicação dos Pães e Peixes e a visita aos restos de uma antiga sinagoga onde Jesus pregava. Passaram por Cafarnaum e Tiberíades, esse último, local sagrado para os judeus. Outro momento especial foi hastear a Bandeira do Brasil ao som do Hino Nacional Brasileiro sobre as águas do Mar da Galileia foi marcante demais! Inesquecível!

O grupo também visitou Caná, onde aconteceu o primeiro milagre de Jesus. Ali os casais do grupo renovaram os votos de matrimônio e todos receberam a bênção das famílias; em seguida, conheceram o Monte Tabor – local da transfiguração de Jesus e o Mar Morto.

Finalmente Jerusalém! O Monte das Oliveiras, o Horto de Getsemani, o Cenáculo, a Igreja da Natividade, o local onde Maria visitou sua prima Isabel e onde nasceu João Batista… tudo isso registrado para sempre!  Como não podia faltar, os peregrinos caminharam pela Via Dolorosa rumo ao Monte Calvário e o Santo Sepulcro…

Para os que creem, a sensação de estar em um local tão venerado por milhões de pessoas, rezar e cantar na Terra Santa é tomar consciência de que nossa passagem por esse mundo é rápida, e que devemos, assim como tantos outros peregrinos, tornarmo-nos evangelizadores e missionários na família e na comunidade.

Peregrinar é apenas um ponto de partida!

Texto: Alice Madeleine Paiola Storion