Slider

Divulgação

De acordo com dados do Cartório de Registro Civil, o número de casamentos realizados em Bariri no ano de 2020 registrou forte queda. Se comparado aos dados de 2019, a diminuição é de -25,7%. Em relação à média dos últimos quatro anos, a variação é ainda maior: -41.5%. As informações foram divulgados pela oficial cartorária, Samile Aparecida de Oliveira Souza.

Em 2020, foram registrados 03 casamentos religiosos com efeito civil. Em 2019, no mesmo período houve 20 enlaces dessa modalidade (-85%); a média anual é de 30 uniões (-90%).

No que diz respeito ao casamento civil, a queda é menor, mas, mesmo assim significativa. Em 2020 foram feitos 118 casamentos no cartório, contra 143 em 2019, ou seja, queda de -17,4%. Em comparação com os quatro últimos anos, os índices caíram 33,7% (média de 178 casamentos).

A principal justificativa para a derrubada está nas restrições de isolamento social determinadas pela pandemia de Covid-19. Sem poder aglomerar com festas e comemorações, os casais preferiram adiar a data dos enlaces. O próprio atendimento no cartório foi bem restrito devido à pandemia.

 

Mortes

 

Outra dado relevante do levantamento realizado pela equipe do cartório está nos números de óbitos, que registraram alta. Em 2020, foram computadas 324 mortes, somando homens e mulheres. Esse número é 13,2% maior que em 2019, com 286 falecimentos, e 27% maior que a média dos últimos quatros anos, com 255 óbitos.

Diferente dos nascimentos, não dá para cravar que o aumento do número de mortes têm ligação direta com a pandemia de Covi-19. Mesmo porque, nas declarações de óbito, não há especificação de todas as causas de morte.

No entanto, segundo especialistas, problemas cardiovasculares, principais provocadores de mortes no Brasil, podem ser agravados com doenças causadas por vírus respiratórios como a Covid-19.

 

Nascimentos e Divórcios

 

O número de nascimentos em Bariri registrou pequena queda em 2020. De acordo com os dados do cartório, vieram ao mundo 402 crianças, sendo 181 meninas e 221 meninos. O montante é semelhante ao registrado em 2019, que computou 408 nascimentos (-1,4%), e também da média anual que é de 405 bebês (-0,7%).

No que diz respeito à quantidade de divórcios, o registro também é de queda. Houve 57 separações em 2020 contra 62 oficializadas em 2019 (-8%). Na comparação com a média dos últimos quatro anos – que é de 80 divórcios – a variação sobe bem: -28,7%.

 

Comparação de registros 2019/2020

 

REGISTROS

2017 2018 2019 2020 VAR. %
Casamento Civil   172 203 143 118 -17,4%
Casamento religioso efeito civil   41 22 20 03 -85%
Casamentos Totais    213 225 163 121 -25,7%
           
           
Nascimentos Femininos 206 205 193 181 -6,2%
Nascimentos Masculinos 197 201 215 221 2,7%
Nascimentos Totais 403 406 408 402 -1,4%
           
Óbitos > Femininos 125 123 125 146 16,8%
Óbitos > Masculinos 118 133 161 178 10,5%
Óbitos > Totais 243 256 286 324 13,2%
           
Óbitos Fetais > Femininos 00 01 01 02 100%
Óbitos Fetais > Masculinos 00 01 01 00 -100%
Óbitos Fetais > Totais 00 02 02 02 00%
           
Reconciliação 00 00 00 00 00%
           
Separação 00 00 00 00 00%
Conversão de Separação em Divórcio 00 00 00 00 00
Divórcios 75 80 62 57 -8%

 

Comparação 2020 com média de registros

 

REGISTROS

MÉDIA 4 anos 2020 VAR.%
Casamento Civil 178 118 -33,7%
Casamento religioso efeito civil 30 03 -90%
CASAMENTOS TOTAIS                       207 121 -41,5%
Nascimentos Femininos 203 181 -10,8%
Nascimentos Masculinos 201 221 9,9%
NASCIMENTOS TOTAIS                      405 402 -0,74%
Óbitos > Femininos 120 146 21,6%
Óbitos > Masculinos 135 178 31,8%
ÓBITOS > TOTAIS                            255 324 27%
Óbitos Fetais > Femininos 0,75 02 166%
Óbitos Fetais > Masculinos 0,5 00 -100%
ÓBITOS FETAIS > TOTAIS                 1,25 02 60%
Reconciliação 0,25 00 -100%
Separação 00 00 00%
Conversão Separação/Divórcio 00 00 00%
DIVÓRCIOS                                        80 57 -28,7%