Composição 1_1
Composição 1_1

Parte 2 – Atendimento e Serviços Atuais

Na atualidade a entidade atende aproximadamente 300 crianças/adolescentes de ambos os sexos rotativamente durante o ano, (no caso do Programa de Aprendizagem Profissional “Aprendiz CPS” e “Mais Estágios CPS”); tendo como público-alvo crianças e adolescentes da faixa etária de 10 a 23 anos e 11 meses, provenientes de famílias em situação de vulnerabilidade social decorrente do precário acesso a renda, e/ou qualquer outra situação violadora de direitos sociais. Crianças e adolescentes com deficiência com prioridade para as beneficiárias do BPC, bem como encaminhadas pelo serviço de proteção especial.
Para o Programa de Estágio “Mais Estágio CPS”, o público alvo são os adolescentes inseridos no Ensino Médio, Técnico ou Superior. Este ainda, está em fase de inicialização.
As inserções do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos acontecem sempre no início do ano (em janeiro) ou quando há vagas disponíveis. Já para o Programa de Aprendizagem Profissional, sempre é divulgado nas mídias sociais, pois não há uma data específica, haja vista, a demanda de vagas nas empresas conveniadas e términos de contrato dos aprendizes.
Atualmente conta com dois serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, que são o Construir e o Arte de Conviver.
Serviço Construir: É um serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, pautado na Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais, ofertando atividades lúdicas, culturais e esportivas, oportunizando a ampliação do universo informacional, desenvolvimento do sentimento de pertença e de identidade, fortalecimento de vínculos familiares, trabalhando ações de socialização, de respeito ao próximo, de convívio com regras e valores, de aceitação às perdas e ganhos, dentre outros. As crianças e adolescentes inseridas, frequentam a entidade no período da tarde, sendo servidos almoço e lanche da tarde. Estes, participam de oficinas de: Meio ambiente, Projetos de vida, Criativa, Musicalização, Capoeira de Angola, Tecnológica, Arte Afro Brasileira e Esportivas; garantindo atividades desafiadoras, que proporcionem vínculos entre o grupo, a ampliação do universo informacional, o desenvolvimento do protagonismo e autonomia dos participantes, a sociabilidade e o desenvolvimento de habilidades enquanto estratégias de proteção social.
Os educadores junto com a coordenação trabalham bimestralmente os temas transversais (meio ambiente, sexualidade, drogas, sustentabilidade, ética, saúde, trabalho e consumo, entre outros.
Este serviço é custeado com a subvenção da prefeitura de Bariri, que contempla 5 educadores/orientadores sociais, uma coordenadora de serviço e uma cozinheira.
Serviço Arte de Conviver: O serviço, contribui para de construção de autonomias, confiança e responsabilidade, em uma perspectiva crítica mediante seus atos, sendo o fortalecimento da convivência familiar e vínculos o principal norteador do serviço, que deve complementar as ações da família e comunidade na proteção e desenvolvimento dos adolescentes em questão. Estes, frequentam a entidade duas vezes na semana com oficinas de Subjetividade e cidadania e Comunicação e Expressão. Estas oficinas tem o objetivo de trabalhar o desenvolvimento das relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo; conhecimento das situações em que vivem em seu território e buscar formas de intervirem em sua sociedade, favorecendo assim seu empoderamento; contribuindo inclusive na permanência do jovem no sistema educacional e posteriormente no mercado de trabalho.
Atende de 50 a 65 adolescentes de ambos os sexos que estejam prioritariamente matriculados no 9º do ensino fundamental.
Recursos advindos de emendas parlamentares e impositivas custeiam este serviço.
PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL: Atende a Lei de Aprendizagem (10.097 – promulgada em 19/12/2000), é destinado a aproximadamente 240 adolescentes dos sexos masculino e feminino, na faixa etária de 15 a 19 anos e 11 meses. O programa tem por finalidade a preparação e inserção do adolescente no mercado de trabalho, sendo realizados acompanhamentos: social, escolar, familiar e do trabalho. O programa é dividido em fases: FASE I – PREPARAÇÃO, e FASE II – INSERÇÃO no mercado de trabalho.
Na fase preparação do adolescente ao mercado de trabalho é oferecido um curso preparatório de aproximadamente 04 meses, intitulado “Ingressando no Mercado de Trabalho” – IMT. A fase inserção é o encaminhamento do adolescente ao mercado de trabalho na condição de aprendiz, onde estes cumprem a prática nos seus trabalhos e uma carga horária teórica na OSC: de terça-feira a tarde e sexta pela manhã, aprendizes com carga horária de 4h/dia; de quarta-feira, aprendizes com carga horária de 06h/dia. Uma vez por mês, existem os encontros aos sábados.
Hoje a entidade conta com 03 cursos cadastrados no MTE, sendo eles: Produção, Administração e Corte e Costura.
Para uma empresa que contrata um aprendiz, além de estar contribuindo para a inclusão social de jovens em vulnerabilidade social, cumprir com a Lei da Aprendizagem, pagam apenas 2% de FGTS e 1% de PIS.
Toda a equipe responsável pelo aprendiz fica sob pagamento do convênio com empresas (taxa administrativa).
PROGRAMA DE ESTÁGIO: O estágio constitui uma atividade complementar na formação acadêmica e permite a preparação do aluno para a realidade profissional, com a consolidação entre teoria e prática, na busca do aperfeiçoamento profissional. Este, porém está em fase de implantação.
Em comemoração a todos estes serviços prestados à comunidade baririense, a diretoria do CPS decidiu realizar um jantar festivo.
O evento acontecerá no dia 20 de julho no Umuarama Clube, a partir das 19h, no qual estarão presentes empresas parceiras, diretoria, membros da sociedade em geral, colaboradores e voluntários que passaram pela entidade ao longo desde 54 anos de existência.
O jantar será serviço pelo Buffet Sucata. O DJ Jorge será responsável pela animação musical, no início do jantar.
Em seguida, a cantora Soraia Sadi sobre ao palco para apresentação de grandes sucessos da música brasileira e internacional. Por fim, encerrando as atrações da noite show de stanp up, do humorista Stevan Gaipo, com o tema “Infelizmente ainda sou pobre”.
Estando consolidado até os dias de hoje, é notório observar como o CPS cresceu, se adequou conforme as leis solicitavam e continuou como uma entidade séria, que presta serviço à comunidade com qualidade.

Diretoria do Centro de Promoção Social