Slider

Objetivo é evitar aglomeração de pessoas no município, como em anos anteriores, no Lago Municipal – Arquivo/Candeia

 

O prefeito de Bariri, Abelardo Mauricio Martins Simões Filho (MDB), assinou decreto para suspender o ponto facultativo entre os dias 15 e 17 de fevereiro. Os dois primeiros são relativos ao carnaval e o último diz respeito à Quarta-Feira de Cinzas.

O decreto trata das repartições públicas municipais da administração direta e autárquica (Saemba). A mesma medida foi adotada pelo governador João Dória (PSDB) no âmbito estadual.

O prefeito considera a atual situação de calamidade de saúde pública no município em razão da pandemia da Covid-19 e a classificação de Bariri na fase vermelha do Plano SP.

Também menciona que a adoção dos pontos facultativos poderia incentivar a aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados, no sentido inverso do preconizado pelas orientações e nos protocolos sanitários positivados por recomendação das autoridades de saúde.

Na prática, não haverá eventos carnavalescos em Bariri e na região, como em anos anteriores. Até mesmo os tradicionais desfiles em São Paulo e no Rio de Janeiro foram cancelados neste ano.