Slider

O helicóptero teria partido do aeroporto local e, segundo testemunhas, batido em fios de alta tensão, antes de cair – Foto: Oneir Caçador/Divulgação

A queda de um helicóptero que fazia passeios panorâmicos, por volta das 11h de ontem, em Ubatuba, litoral paulista, deixou dois moradores de Bauru feridos. Segundo informações obtidas na Delegacia Seccional de São Sebastião, os dois eram passageiros da aeronave, tiveram ferimentos leves e foram levados ao Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Ubatuba. Alexandro Correia Leite, que passava pela rua, foi atingido e morreu no local do acidente. O piloto, cujo nome não foi divulgado pela polícia, também se feriu levemente, segundo a polícia.

Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, a aeronave teria perdido altitude e o piloto teria forçado um pouso. De acordo com a empresa de táxi aéreo que atua na cidade, o helicóptero Robinson modelo 44 estava com a documentação e a manutenção em dia. Informou também que vai prestar todo o suporte às vítimas e seus familiares.

O local da queda – a rua Galeão Coutinho, no bairro Itaguá – é uma área residencial e de grande movimento de turistas, próximo da Praia do Itaguá e do aeroporto da cidade.

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que serão feitas investigações para apurar as causas do acidente envolvendo a aeronave PR-RMZ. O trabalho será feito pelos investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

A ação inicial das investigações envolve a coleta dados, como fotografias das cenas, retirada de partes da aeronave para análise, reunião de documentos e coleta de relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. O objetivo, segundo a FAB, é prevenir novos acidentes com as mesmas características.

Fonte: Jcnet