Slider

Aparecido Gasparotti segura peça semelhante à que foi danificada peça ação do tempo / Robertinho Coletta/Candeia

Há alguns dias o relógio situado na torre ao lado da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, de Bariri, está sem funcionar.
De acordo com o comerciante Aparecido Gasparotti, voluntário que cuida do equipamento há mais de 30 anos, houve dano numa peça por causa do longo tempo de uso do relógio. Gasparotti diz que o maquinário que comanda os ponteiros tem mais de 100 anos.
Ele retirou a peça danificada para que torneiro mecânico providencie uma nova.
O voluntário estima que até o fim da próxima semana o relógio esteja funcionando novamente.
Antes de Gasparotti, quem cuidava da manutenção do equipamento era o comerciante Francisco Fortunato.