Slider

Segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (Anpm) ainda não haverá perícia médica – Foto: Arquivo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que reverteu a decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), que havia suspendido a reabertura gradual de suas unidades no Estado de São Paulo.

Com isso, desde quinta-feira, 17, o órgão retoma parcialmente o atendimento presencial, com a reabertura de 128 agências no estado. As unidades podem ser consultadas no site covid.inss.gov.br.

O INSS confirmou que reabertura das agências subordinadas à região de Bauru. No caso, a de Bauru, gerência e das cidades de Agudos, Avaré, Botucatu, Jaú, Lençóis Paulista, Brotas, Barra Bonita, Bariri e Taquarituba, mas segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (Anpm) ainda não haverá perícia médica.

Na decisão que revoga a liminar concedida no fim de semana, o INSS diz que o TRF3 reconhece que o órgão público adotou medidas para garantir a segurança tanto dos segurados quanto dos servidores.

Perícia Médica

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Rolim, informou que as perícias médicas serão retomadas em 151 agências das 600 previstas para retornar em todo o País. O serviço de perícia, que deveria ter recomeçado no início da semana, acabou suspenso para que se realizassem novas inspeções sanitárias nas agências.

As novas inspeções ocorrem depois que médicos peritos decidiram não retomar as atividades alegando falta de segurança. De acordo com a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, apenas 12 tinham estrutura para retorno seguro neste período de pandemia.

Fonte: Jcnet