Slider

Dia 26 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) a Campanha da Fraternidade 2020, que esse ano será inspirada na Irmã Dulce dos Pobres.
Com o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, a ação se estende durante o período da Quaresma, até o dia 5 de abril, Domingo de Ramos.
Irmã Dulce dos Pobres foi canonizada pelo Papa Francisco em novembro de 2019 e passou a vida vendo, sentindo compaixão e cuidando dos necessitados. Por isso, a inspiração para essa campanha é a imagem do Bom Samaritano, apresentado por Jesus no trecho do Evangelho de Lucas ao qual o lema da CF 2020 remete.
Segundo o texto base, a CF 2020 “busca conscientizar, à luz da palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, casa comum”.
O secretário executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, comenta a escolha: “o que fez o Bom samaritano interromper a rotina dele? Foi essa capacidade de parar, e essa pausa lança um olhar diferenciado para quem está à beira do caminho. Ele vê, não se contém e é a compaixão que faz com que ele se aproxime sem fazer julgamento, sem preconceito, porque a vida que grita por sobrevivência, é a vida que está ameaçada”.
Ainda segundo Padre Patriky, “a perspectiva do cuidado perpassa as três formas para viver-se a Campanha da Fraternidade 2020: conversão pessoal, renovação na família e ações em comunidade”.

O cartaz

O cartaz da Campanha da Fraternidade de 2020 remete à figura de Irmã Dulce. Ele apresenta, ao fundo, o Pelourinho, lugar icônico da capital baiana. Padre Patrky explica que a mensagem é de “vida doada é vida santificada. A vida é um intercâmbio de cuidado”.
“Por isso que a Irmã Dulce cuida. E seu modo de cuidar sinaliza uma Igreja em saída. Então, é cuidar das pessoas que estão próximas a nós. Onde estou é lugar de cuidado da pessoa, do mundo, da ecologia”, comenta o secretário.
Depois, o cenário faz menção à questão do mundo urbano. “Amar é fazer o bem! Daí a beleza do cartaz, que está sintonizado com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no que diz respeito ao pilar da caridade”, finaliza o sacerdote.

Fonte: portalkairos.org/campanha-da-fraternidade-2020