Slider

Comissionados exonerados entraram com recurso pedindo suspensão de liminar no TJ-SP e posteriormente no STJ – Robertinho Coletta/Candeia

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha negou pedido de suspensão de liminar que determinou a exoneração de aproximadamente 40 chefes de setor e de unidade da prefeitura. A decisão data do último dia 4.

O recurso foi protocolado no dia 30 de dezembro por 27 comissionados exonerados no dia 31 pelo prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB), que cumpriu decisão liminar do juiz da 2ª Vara de Bariri, Maurício Martines Chiado, que atendeu a pedido de ação popular proposta pelos vereadores Armando Perazzelli (PV), Francisco Leandro Gonzalez (Cidadania), Luis Carlos de Paula (MDB) e Vagner Mateus Ferreira (PSD), publicada no dia 19.

O pedido de suspensão de liminar já havia sido negado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).