Slider

Em decisão liminar, o juiz da 2ª Vara de Bariri, Maurício Martines Chiado, determinou ao prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) que exonere, a partir de 1º de janeiro de 2020, aproximadamente 40 chefes de setor e de unidade. Cabe recurso dessa decisão.

O magistrado atendeu a pedido feito em ação popular assinada pelos quatro vereadores da oposição. O questionamento é que os cargos deveriam ser ocupados por meio de concurso público.

O juiz decidiu que, em caso de não cumprimento da decisão, será cobrada multa diária de R$ 1.000,00 por cada um dos ocupantes que permanecer no cargo para além do período fixado.

(Mais informações na edição impressa do Candeia de sábado, dia 21)