posto-santa-lucia-novo-2017
Banner-Lista-Candeia
Banner-online
WhatsApp Image 2020-07-06 at 08.28.31
Banner-Cep

Uma mulher de 26 anos morreu na Santa Casa de Bariri na noite de sábado, dia 28. A causa da morte é insuficiência respiratória aguda.
O interventor do hospital e médico da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Marco Antonio Gallo, conta que a mulher deu entrada no pronto-socorro (PS) com dificuldade respiratória grave no início da tarde de sábado. Ela tinha asma grave e era tabagista.
No PS a paciente teve parada respiratória. Foi entubada e levada à UTI pelo médico plantonista. Gallo foi chamado para dar apoio.
A mulher foi colocada no ventilador e teve discreta melhora, mas não respondeu aos medicamentos, tendo várias paradas respiratórias.
Gallo diz que foi colhido exame para o novo coronavírus (Covid-19) e H1N1. Pelo exame de raio X não seria possível ter um indicativo de coronavírus.
Familiares informaram que a mulher não estava saindo de casa e que não teve queixa de febre.
Por precaução, o médico entende que o caixão deveria ser lacrado e que houvesse o isolamento das pessoas que tiveram contato com a paciente.
A diretora municipal de Saúde, Irene Chagas, determinou que o caixão seja lacrado.
Segundo Gallo, como se trata de um caso excepcional, ele irá pedir empenho do laboratório para agilizar o resultado do exame.