Slider

Campanha vai até o dia 31 de agosto para o público alvo de 1 a 29 anos – Divulgação

No dia 15, a Secretaria de Estadual da Saúde de São Paulo iniciou nova campanha de vacinação contra o sarampo, com o objetivo de imunizar crianças e jovens de 1 a 29 anos que estão com as carteiras de vacinação desatualizadas.

Em Bariri, também ocorre a vacinação contra sarampo, que está sendo feita em dois postos da cidade: Centro de Diagnose Dr. José Dorly Borges, na área central; e Programa Saúde da Família Nassima Bussada Romero (PSF 2), nos altos da cidade, ambos das 7h às 16h.

A nova campanha especial de vacinação acontece entre 15 de julho e 31 de agosto, e tem como foco as pessoas que ainda não tomaram as duas doses previstas no calendário nacional de imunização.

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, as autoridades sanitárias afirmam que as pessoas devem comparecer aos postos de saúde para se vacinar, respeitando as recomendações de distanciamento social.

O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da vacina tríplice viral (que protege contra sarampo, rubéola e caxumba) aos 12 meses de idade. Aos 15 meses deve haver o reforço com a tetraviral, que protege também contra varicela.

De acordo com o governo estadual, desde o início do ano foram aplicadas 1 milhão de doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). A cobertura foi superior a 90% na última campanha.

 

Saiba mais sobre o Sarampo

 

O que é sarampo?

 

Trata-se de uma doença viral altamente contagiosa. Isso porque o vírus é transmitido por meio do contato direto ou pelas vias aéreas, basta que a pessoa infectada respire, tussa ou mesmo espirre. A doença evolui de forma rápida e pode ter complicações graves, principalmente entre as crianças.

 

Quais os sintomas do sarampo?

 

Os sintomas geralmente se manifestam após cerca de 10 dias da infecção. A essa altura a pessoa poderá apresentar: Coriza; Tosse; Febre ascendente, a cada dia que passa, as temperaturas são mais altas; Conjuntivite; Manchas vermelhas, alguns dias depois, aparecem os exantemas ou rash (grosseirão com manchas vermelhas). Eles se espalham por todo o corpo, e começam a partir da parte de trás das orelhas e pescoço para, depois, avançarem para os membros superiores e inferiores (braços e pernas) e o abdômen. Essa fase pode durar três, quatro, cinco dias, mesmo período em que a febre começa a abrandar.

 

Quanto dura o período de contágio?

 

O vírus pode ser transmitido desde cinco dias antes, até quatro ou cinco dias depois de as lesões de pele (manchas vermelhas), características da doença, aparecerem. O período de maior transmissibilidade ocorre 48 horas antes e até 48 horas depois do início dessa manifestação da pele.

 

 

Fonte: G1 São Paulo