Slider

Com novo aparelho, capacidade diária de testes do HC poderá chegar a quase 1 mil exames – (Foto: Divulgação)

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) anunciou que triplicou sua capacidade de realização de testes diagnósticos para a Covid-19 por meio da doação de um moderno aparelho.

A ação foi intermediada pela prefeitura junto ao Grupo Ruas, proprietário da encarroçadora de ônibus Caio Induscar, que foi a responsável pela doação do equipamento, avaliado em R$ 293 mil.

A professora Rejane Maria Tommasini Grotto, responsável pelo Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro do HC, local onde os testes são realizados, explica que, com o novo aparelho, que usa tecnologia de ponta, será possível agilizar o processo de preparação das amostras e ampliar a testagem.

“A mesma rotina de 96 testes que, hoje, demora 3h30, poderá ser rodada em uma hora, ou seja, no tempo que hoje fazemos uma rotina iremos fazer 3 rotinas”, diz. “E, além disso, teremos a extrema vantagem de o equipamento ser aberto. Podemos comprar os kits de diferentes empresas em atividade no mercado”.

De acordo com o prefeito de Botucatu, Mário Pardini, a expectativa é de que a capacidade diária de testes realizados pelo Hemocentro do HC seja triplicada com o novo equipamento, podendo chegar a quase 1 mil exames.

O secretário municipal de Saúde, André Spadaro, ressalta que esta é mais uma importante ferramenta para o combate à pandemia. “Tenho certeza que esse esforço, que já é realizado com muita competência pelos profissionais da Saúde e do Hemocentro, será ainda mais aprimorado”, declara.

O HC anunciou que, com a nova tecnologia, pode realizar testes em casos suspeitos de Covid de toda região, permitindo diagnóstico e tratamento precoces, o que poderá resultar na redução da necessidade de utilização de leitos de UTI.

 

Fonte: JCNet