Composição 1_1
Composição 1_1

Plantação de amendoim da CRAS Agro

A CRAS Agroindústria, maior exportadora de óleo de amendoim do Brasil, realizará no dia 1º de fevereiro, às 8h, o Dia de Campo dos Produtores de Amendoim Safra 2023/24. O evento, organizado pela companhia em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Agronômico (IAC) de Campinas, acontecerá no campo de pesquisa e desenvolvimento sustentável do amendoim da CRAS Brasil, localizado na sua unidade industrial, em Itaju.

Destinado a produtores, beneficiadores, pesquisadores, investidores e principais profissionais do ramo do amendoim, o encontro tem o objetivo de disseminar conhecimento, fomentar parcerias e estimular o setor. No local, os organizadores irão exibir as mais recentes informações técnicas da leguminosa, apresentar o plano safra, os dados mercadológicos e as expectativas de comercialização, expor as novas variedades e linhagens de sementes e anunciar os resultados comparativos das novas cultivares. O evento ainda terá almoço de confraternização e show musical, proporcionando uma excelente oportunidade para unir negócios e relacionamento.

De acordo com Rodrigo Chitarelli, diretor presidente da CRAS Brasil, a expectativa é reunir mais de 400 produtores da região, que representam aproximadamente 18% da produção nacional de amendoim. “Nossa missão é impulsionar a cadeia produtiva, investindo em pesquisa e desenvolvendo produtos de alta qualidade e confiabilidade, contribuindo para a geração de riqueza e o crescimento sustentável do agronegócio brasileiro. O aprimoramento contínuo do plantio é essencial para manter o óleo de amendoim brasileiro em destaque no mercado externo e para melhorar ainda mais a qualidade do farelo, importante suplemento proteico na nutrição animal no mercado interno”.

Atualmente, a produção base da CRAS Agroindústria conta com 128 produtores diretos, em uma área que totaliza 12 mil hectares e produz 55 mil toneladas de amendoim por safra. A empresa fechou 2023 na liderança nacional na exportação de óleo de amendoim, com mais de 27 mil toneladas comercializadas, alcançando 28,6% de market share, além de 42 mil toneladas de farelo de amendoim.

Haverá ainda participação especial dos pesquisadores da Embrapa e do IAC que apresentarão as novas variedades de cultivares e linhagens de sementes, fruto dos programas de melhoramento genético desenvolvidos no seu Centro de Referência do Amendoim Sustentável. Com maior resistência às pragas, produtividade superior, maior teor de óleo e menor ciclo de maturação, essas novas variedades promoverão melhores condições de cultivo de lavoura de amendoim, reduzindo custos de produção e aumentando a rentabilidade.

De acordo com o USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, entre 2019 e 2022, a produção de amendoim no Brasil cresceu 39% (de 640 mil toneladas para 890 mil toneladas), o que ajudou impulsionar as exportações de grão de amendoim em 44% e mais de 210% a de óleo de amendoim no período.

 

Fonte: GWA