Composição 1_1
Composição 1_1

Teria sido de Folieni a ideia de homenagear o mesatenista Fábio Viccari, por isso, foi convidado a participar da entrega de moção de aplauso (Divulgação)

Os vereadores utilizaram a sessão de Câmara realizada segunda-feira (4), para apoiar e enaltecer a atuação de Evandro Antonio Folieni (PP) no Legislativo local.
O vereador, que foi eleito suplente, assumiu a cadeira na Câmara em outubro de 2022 com o afastamento de Paulo Egídio Grigolin (PP), que deixou o Legislativo para exercer o cargo de chefe de Gabinete e depois diretor de Infraestrutura.
Apesar de ter sido eleito por coligação adversária da atual administração, Folieni – assim como Grigolin – manteve posição de apoio ao então prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB). Acompanhou o ex-prefeito em viagens políticas e defendeu a aprovação de projetos do Executivo.
Mas, conforme Abelardo foi sendo alvo de investigações realizadas pelo Ministério Público (MP), Folieni mudou de posicionamento e passou a criticar sua gestão.
Foi, inclusive, uma das peças fundamentais para que o processo de cassação do prefeito, por falta de decoro, obtivesse êxito na Câmara.
Com a gestão do prefeito Luís Fernando Foloni (MDB), não tem sido diferente. Folieni o acusa de ser “fantoche” de Abelardo porque, segundo sua opinião, o prefeito afastado estaria influenciando suas decisões.
A volta ao cargo do vereador Grigolin – que afirma deixar o comando da Infraestrutura para concorrer nas eleições/2024 – foi vista como uma espécie de ‘retaliação’ de Foloni para afastar Folieni da Câmara.
Os vereadores não se posicionaram publicamente sobre esta questão, mas utilizaram a sessão de volta de Grigolin, como um desagravo ao Folieni.
Aproveitaram a votação de requerimento (que cobra o pagamento de incentivo adicional a agentes de saúde e de combate a endemias) e de moção de aplauso (ao mesatenista Fábio Jorge Viccari) para destacar as iniciativas de Evandro.
Inclusive, diante da presença na sessão do jovem Fábio e de seus pais, o presidente da Casa, Airton Luís Pegoraro (MDB), decidiu entregar em mãos cópia da moção. Folieni, juntamente com os demais vereadores, foi chamado para fazer a entrega do documento.
O auge da exaltação a Folieni ocorreu na Palavra Livre, com o vereador Edcarlos Pereira dos Santos (PSDB). Para ele, Folieni foi mais uma vítima do grupo político que hoje administra a cidade.
Edcarlos elogiou o que denominou “coragem, entrega e fidelidade política” do vereador do PP. “Todo exército gostaria de ter um soldado como você”, afirmou. Ainda ressaltou a liderança de Folieni junto à Igreja Católica, no Centro Social Urbano (CSU), em conselhos municipais e escolares; e como divulgador de candidaturas eleitorais como do boraceiense Marcos Bilancieri.
Em sua fala, o vereador Francisco Leandro Gonzalez (Pode) ressaltou a atuação de Folieni, mas também comentou questão polêmica, envolvendo seu nome. Segundo ele, vazou um áudio de Folieni, que aparentemente conversava com grupo de vereadores, tecendo sérias acusações contra o ex-prefeito Abelardo. Gonzalez solicitou que a presidência da Casa encaminhasse o caso às autoridades competentes para a devida averiguação.