Slider

Divulgação

O prefeito de Bariri, Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB), divulgou oficialmente ontem (1º), na posse dos eleitos realizada na Câmara Municipal, o nome dos ocupantes dos cargos de primeiro escalão.

Na área da Saúde foram duas indicações: Marina Prearo será a titular da pasta; e Mozart Marciano (que já atuou como diretor da Saúde nos governos de Deolinda Marino e Paulo Araujo) ficará responsável pela intervenção na Santa Casa de Bariri.

Outro nome que passou pelo governo de Araujo e agora retorna é o diretor de Desenvolvimento Econômico, Vicente Sergio Barbieri Junior.

Além de Marina Prearo, outros nomes são novidade na gestão de diretorias: Suzane Diniz (Assistência Social); Leandro Devides (Infraestrutura); Marcelo Lenharo (Administração); Natália Sisto (Finanças); Flávio Muniz Dalla Coletta (Gabinete); e Giuliano Griso (Obras). O último atuava como secretário de Obras de Jaú e concorreu ao cargo de prefeito nessa cidade.

A superintendência do Serviço de Água e Esgoto do Município de Bariri (Saemba) ficará a cargo de Eder Cassiola.

Na semana passada Abelardinho Simões havia anunciado o nome de Stefani Edvirgem da Silva Borges como diretora de Educação.

 

Posse

 

A posse em Bariri do prefeito, vice-prefeito e vereadores eleitos em 15 de novembro ocorreu na manhã de ontem (1º).

Por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), apenas pessoas com convite puderam entrar na Câmara Municipal.

Foram empossados pelo vereador mais votado, Airton Luis Pegoraro (MDB), Abelardinho Simões, o vice-prefeito Luis Fernando Foloni (Cidadania) e os vereadores Benedito Antonio Franchini (PTB), Edcarlos Pereira dos Santos (PSDB), Francisco Leandro Gonzalez (Podemos), Julio Cesar Devides (Cidadania), Luís Renato Proti (Escadinha) (MDB), Myrella Soares da Silva (DEM), Paulo Egídio Grigolin (PP) e Prearo. Os vereadores escolheram na solenidade de ontem o presidente do Legislativo para o biênio 2021-2022 (confira no Facebook do Jornal Candeia).

 

Itaju

 

Devido à decisão do governo estadual em incluir todo o Estado de São Paulo na fase vermelha do Plano SP entre os dias 1º e 3 de janeiro, Itaju não disponibilizou tenda com cadeiras na parte externa do prédio da Câmara Municipal para a posse dos eleitos, ocorrida ontem (1º).

Havia essa previsão, mas os organizadores da solenidade resolveram alterar a programação diante do decreto do governador João Doria (PSDB).

Dessa forma, houve ocupação de 30% da sede do Legislativo. Cada um dos eleitos pôde convidar duas pessoas para o evento.

A posse foi dada pelo vereador mais votado, Paulo José Lopes Junior (PL), ao prefeito Jerri de Souza Neiva (PSDB), vice-prefeito Wellington Luis Pegorin (PSDB) e vereadores Alexandre da Costa (MDB), Clemente Collachite Filho (Cidadania), Ivan Luis Angelo (PL), Marcio Manzuti Cordeiro (Republicanos), Marcos Roberto Gonçalves Covre (PL), Misael Salvador Rovari (PSL), Silas Rinaldo Pires Correa (MDB) e Valdecir Fernandes (Cidadania).