Composição 1_1
Composição 1_1

Valderez de Mello pediu reforma da sede da Abla e que livro de sua autoria esteja disponível nas bibliotecas das escolas
Robertinho Coletta/Candeia

A sessão de 15 de outubro, segunda-feira, da Câmara de Bariri foi marcada por fala da presidente da Academia Baririense de Letras e Artes (Abla), Valderez Ana Maria de Mello Cornacchione, e por comentários de vereadores na Palavra Livre. Poucos assuntos ingressaram para tramitar no Legislativo (confira resumo da sessão).
Na reunião legislativa houve apresentação de um projeto de autoria do Executivo, votação em segunda discussão de denominação de Praça Professor José Claudio Massucato, votação de moções (a maioria de pesar) e apresentação de indicações.
Valderez ocupou o espaço na Câmara para cobrar melhorias e reforma no prédio da Abla, entidade fundada em 2002. Também pediu empenho político para que seu livro “Bariri, Cidade Coração” esteja disponível nas bibliotecas de escolas da cidade. Segundo a presidente da Abla, a publicação foi resultado de mais de quatro anos de pesquisa.
A pedido do presidente da Casa de Leis, Rubens Pereira dos Santos (PSDB), cada vereador agradeceu a Valderez por ter presenteado-os com um exemplar do livro.
Na Palavra Livre, os vereadores que se manifestaram saudaram os professores pelo dia dedicado a eles.
Leandro Gonzalez (PPS) pediu que a sobra do duodécimo seja destinada a instituições de Bariri, que passam por dificuldades financeiras.
Evandro Folieni (PSDB) mencionou a falta de profissionais no PSF 4, como dentista, fisioterapeuta e agentes de saúde, e que a prefeitura deve suprir a ausência assim que possível.
Para Vagner Mateus Ferreira (PSD), a administração municipal poderia estudar o fornecimento de lanche a quem viaja para tratamento de saúde em outras cidades. Aconselhou o prefeito a cortar um cargo comissionado para que haja recursos nesse sentido.
Santos encerrou os pronunciamentos na Palavra Livre dizendo que a sobra do duodécimo será feita somente no fim do ano e que o dinheiro será destinado às entidades que mais precisam.
No fim dos trabalhos, ele e Folieni tiveram certo desentendimento porque o presidente da Câmara disse que o colega deveria citar o prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) como um dos responsáveis em trazer a carreta da mamografia para Bariri e não apenas falar do nome da vice, Maria Pia Betti Pio da Silva Nary (PSDB).

Resumo dos trabalhos do Legislativo

PROJETO APRESENTADO

44/2018 – De autoria do Executivo, autoriza a prefeitura a alienar por venda uma área de terra localizada no Jardim Esplanada. A proposta altera lei aprovada em 2016.

PROJETO APROVADO

13/2018 – Denomina Praça Professor José Claudio Massucato logradouro público localizado no Jardim Maria Luiza. Aprovado por unanimidade em segunda votação.

MOÇÃO

58/2018 – Ricardo Prearo propõe moção de aplausos à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bariri por trabalho realizado em maio e junho de conscientização política com alunos e usuários da entidade. Aprovada por unanimidade.

INDICAÇÕES

72/2018 – Benedito Antonio Franchini pede à prefeitura que seja realizada operação tapa-buraco na Estrada Municipal BRI José Jurado, no Bairro Viuval.

73/2018 – O mesmo vereador solicita recape asfáltico da Rua Pernambuco, entre as Avenidas Orlando Belluzzo e José Matiuzo.

74/2018 – Franchini requer ainda a construção de bebedouro de água na praça da Vila São José.

75/2018 – Nesta indicação, Ricardo Prearo solicita a construção de praça de lazer com iluminação e arborização no canteiro central entre as Avenidas João Dal Poz e Braz Fortunato, no Jardim Nova Bariri.

76/2018 – O mesmo vereador pede a instalação de iluminação na rotatória que dá acesso à Rodovia Braz Fortunato (SP-261).