Composição 1_1
Composição 1_1

Apreensão de entorpecentes feita recentemente em Bariri: ocorrências de tráfico aumentaram 166% entre 2017 e 2018 / Arquivo/Candeia

Alcir Zago

A estatística da Secretaria da Segurança Pública (SSP) aponta que ano passado houve maior resolutividade do trabalho das polícias Civil e Militar em Bariri.
O furto, um dos crimes que mais causa transtornos à comunidade, teve queda de 25%. Foram 383 ocorrências no ano passado (média mensal de 31,9), contra 512 em 2017 (média de 42,6 por mês). Os furtos de veículos também registraram diminuição entre os dois períodos, assim como roubos (confira tabela).
Já os casos de tráfico de entorpecentes saltaram de 18 em 2017 para 48 no ano passado (crescimento de 166%). Em decorrência disso, aumentaram as prisões em flagrante.
Para o capitão Alexandre Andrade, comandante da 3ª companhia do 27º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), os números são reflexo do trabalho realizado pela corporação.
Segundo ele, a prisão de pessoas envolvidas com o comércio de entorpecentes faz com que haja redução nos casos de furto. O motivo é que muitas pessoas cometem esse delito como moeda de troca para a aquisição de drogas.
O oficial da PM destaca também que a legislação é mais rigorosa com o traficante. Na prática, o autor de um furto detido em flagrante pode ser colocado em liberdade rapidamente, ao passo que a pessoa presa com entorpecentes deverá responder ao delito no sistema prisional.
O capitão Alexandre aponta que boa parte das pessoas envolvidas com o tráfico é adolescente ou jovem. Mesmo para os menores de 18 anos o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) contempla medidas sócio-educativas como a internação.
Na opinião do delegado titular de Bariri, Marcílio César Frederici de Mello, a queda no registro de furtos é relacionada às prisões e condenações de autores contumazes nessa prática delituosa.
“A produtividade alcançou evolução significativa no período, chamando a atenção a grande quantidade de prisões em flagrante relacionadas ao tráfico de entorpecentes e a outros delitos e a expressiva quantidade de adolescentes infratores apreendidos, apreensões também relacionadas aos atos infracionais equiparados ao tráfico de drogas e à prática de roubo, demonstrando a eficiência dos trabalhos investigativos e a regularidade cartorária”, explica o delegado.

 Comparativo das ocorrências em Bariri

Tipo de ocorrência 2017 2018 Variação(%)
Lesão corporal dolosa 147 148 0,68
Lesão corporal culposa por acidente de trânsito 76 42 -44,73
Estupro 3 1 -66,66
Estupro de vulnerável 7 7 0,00
Roubo 39 30 -23,07
Roubo de veículos 2 6 200,00
Furto 512 383 -25,19
Furto de veículos 22 18 -18,18

Produtividade policial 2017 2018 Variação(%)
Porte de entorpecentes 17 18 5,88
Tráfico de entorpecentes 18 48 166,66
Porte ilegal de arma 8 8 0,00
Armas de fogo apreendidas 15 13 -13,33
Flagrantes lavrados 56 95 69,64
Infratores apreendidos em flagrante 5 19 280,00
Pessoas presas em flagrante 63 104 65,07
Pessoas presas por mandado 64 71 10,93
Prisões efetuadas 120 166 38,33
Veículos recuperados 16 25 56,25
Inquéritos policiais instaurados 307 302 -1,62

Fonte: SSP