Slider

Ecoponto recebe pneus de empresas de revenda, borracharias e população em geral / Divulgação

O prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) encaminhou ofício à Câmara de Bariri assinado pelo diretor municipal de Obras e Meio Ambiente, Mário Nascimento, a fim de responder a requerimento de autoria dos vereadores Armando Perazzelli (PV), Francisco Leandro Gonzalez (PPS), Luis Carlos de Paula (MDB) e Vagner Mateus Ferreira (PSD) sobre o funcionamento de ecoponto junto ao Barracão Municipal.
O principal questionamento é o motivo pelo qual caminhões estranhos à frota municipal estarem adentrando ao local para retirada dos pneus.
Segundo a resposta do Executivo, o ecoponto é monitorado pelo Setor de Meio Ambiente, que controla a coleta de pneus velhos. Assim que o local está cheio do material é feito comunicado à Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Reciclanip).
A retirada não traz custos ao município. Também não há pagamentos à prefeitura pela destinação dos pneus.
A criação do ecoponto atende às exigências ambientais para que haja o destino correto desse tipo de material. Uma das maiores preocupações é com o acúmulo de água, podendo servir de criadouro para o mosquito Aedes Aegypti.
O ecoponto funciona de segunda à sexta-feira das 8h às 17h. Localiza-se na Avenida Claudionor Barbieri, 1.780.
A destinação dos pneus para o depósito temporário de pneus inservíveis pode ser feito pelas empresas de revenda, borracharias e população em geral. Entre janeiro de 2016 e março de 2017, por exemplo, foram recolhidos no local 5.298 pneus inservíveis.