posto-santa-lucia-novo-2017
Banner-Lista-Candeia
Banner-online
WhatsApp Image 2020-07-06 at 08.28.31
Banner-Cep

O estoque de vacina está normalizado, com dose suficiente ainda para atender remanescentes de todos os grupos – Arquivo/Candeia

Dia 5 de junho, sexta-feira, termina a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe H1N1 (Influenza), que em Bariri já imunizou cerca  de 10.500 pessoas.  O número está dentro da meta de vacinação.

A imunização ocorreu em três etapas, a partir de 23 de março. Na primeira, foram imunizadas todas as pessoas com idade a partir dos 60 anos, profissionais da saúde e das forças de segurança e salvamento. Depois a campanha se estendeu para professores e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis. Por fim, na terceira etapa, foram contempladas crianças na faixa etária dos 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Em Bariri, hoje são dois postos de vacinação em Bariri: Centro de Diagnose Dr. José Dorly Borges e Programa Saúde da Família Nassima Bussada Romero (PSF 2). O horário de início das vacinações é a partir das 7h e vai até às 17h.

A enfermeira do Centro de Diagnose e Especialidades, Neusiely Podanoschi Giuliangeli afirma que o estoque está normalizado, com vacina suficiente ainda para atender remanescentes de todos os grupos.

Também de acordo com a enfermeira, durante a campanha, a equipe do Centro de Diagnose realizou vacinação em domicílio dos idosos, em especial os acamados.

O término da Campanha de Vacinação contra a H1N1estava previsto para o dia 22 de maio, mas como as metas nacionais não haviam sido atingidas houve prorrogação do prazo. O Dia “D” de vacinação, previsto para 9 de maio também foi cancelado.