Composição 1_1
Composição 1_1

Diretora municipal de Educação, Stefani Borges: prefeitura continua a monitorar situação da pandemia no município – Arquivo/Candeia

Decreto assinado pelo prefeito Abelardo Mauricio Martins Simões Filho (MDB) determina o retorno das aulas presenciais regulares para a rede pública (unidades municipais e estaduais) a partir de 21 de julho.

Conforme o documento, até o dia 29 de junho as aulas e atividades escolares continuam pelos meios remotos.

De acordo com a diretora municipal de Educação, Stefani Edvirgem da Silva Borges, o dia 21 de julho foi inserido no decreto porque nesse dia alunos e professores retornam das férias de meio de ano. A paralisação das atividades ocorre de 30 de junho a 20 de julho.

Outro fator mencionado por ela é que o processo de vacinação está acelerado em Bariri. Acredita que até meados de julho vários profissionais da educação já estejam imunizados.

Stefani ressalta que a situação da pandemia continuará a ser monitorada no município. Caso haja aumento do número de casos e mortes, a administração municipal pode rever o retorno presencial para 21 de julho.

A rede pública municipal conta com mais de 4.000 alunos e, além das aulas, é preciso adequação em relação à merenda, ao transporte e demais cuidados com esse contingente de alunos.

Licitações relacionadas à área educacional foram concluídas ou estão em andamento, como compra de apostilas, kit escolar e uniforme para os alunos e transporte escolar.

Em relação à rede privada, o Executivo publicou decreto no dia 7 de maio para autorizar as atividades dentro de sala de aula a partir de 10 de maio, respeitando todos os protocolos de combate à Covid-19.