Slider

Imóvel objeto de concessão de uso localiza-se na Avenida Claudionor Barbieri, ao lado da Safra – Giovana Felipe/Candeia

Alcir Zago

A Safra Distribuidora de Bebidas foi a vencedora de concorrência feita pela prefeitura de Bariri para concessão de uso por cinco anos de imóvel pertencente ao município, situado na Avenida Claudionor Barbieri, ao lado do prédio já ocupado pela empresa. O objetivo é expandir os negócios no ramo de distribuição de bebidas.

O valor mensal a ser destinado ao poder público é de R$ 2,4 mil. No terreno há barracão industrial com 353,70 metros quadrados (m²) de área construída e terreno com área total de 3.353,17m².

Em setembro do ano passado a administração municipal chegou a publicar o edital de licitação, mas a disputa foi suspensa para alterações no documento. O edital foi republicado em março deste ano.

A prefeitura mencionou que não aceitaria propostas inferiores a R$ 2.066,67. O valor ofertado pela Safra (R$ 2,4 mil) ficou 16% acima do estimado. A concessão de uso irá vigorar pelo prazo de cinco anos, podendo ser prorrogada por igual período a critério do Executivo.

O sócio-proprietário da empresa, Carlos Henrique Paleari, diz que vinte anos atrás, quando a Safra foi adquirida pelos atuais empreendedores, eram atendidas sete cidades na região.

Hoje, as entregas são feitas em 27 municípios. “Nesse período aumentamos em 30 vezes nosso volume de vendas”, diz Paleari. A Safra é distribuidora exclusiva dos produtos Coca-Cola e Heineken.

O espaço utilizado pela empresa passou por ampliações constantes de espaço e cobertura, mas não havia mais como expandir a área. Por esse motivo, a possibilidade de utilização de área vizinha vem em boa hora.

O sócio-proprietário conta que será construído barracão com 600m² para armazenamento de produtos.

Na nova área, que será amplamente reformada, ficarão parte do setor administrativo, logística, controle de bens e de rota dos veículos, entre outros.

O atual número de funcionários (107) deverá sofrer pouco acréscimo, porque a junção da nova área à atual servirá para facilitar o armazenamento e o manuseio dos produtos comercializados pela empresa.

Segundo Paleari, o investimento em Bariri permitirá à empresa a desativação de barracões alugados em outros municípios.