Slider

Mais de 50 boxes foram demarcados na avenida que abriga a feira livre; interessados em comercializar seus produtos devem procurar o Setor de Fiscalização – Divulgação

De acordo com a Diretoria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Bariri, o plano de revitalização da feira livre avança com a demarcações de boxes e convocação pública para novos expositores e/ou produtores.

A feira, que funciona nas manhãs de domingo, na Avenida Prof. Carlos Ferreira de Moraes, defronte à EM Profª Rosa Benatti, nos altos da cidade, já passou por algumas mudanças para dinamização do comércio livre.

Segundo Vicente Sérgio Barbieri Júnior, diretor de Desenvolvimento, até o momento foi providenciada a baixa dos cadastros de feirantes inativos. Um novo logotipo para a feira está sendo produzido pelo setor de Marketing.

O prédio do antigo Programa Acesa São Paulo passou a ser uma espécie de central da feira, com disponibilização de banheiros e água potável para os expositores. No local, durante o horário da feira, dois fiscais da prefeitura permanecem para atender a demanda de reclamações, novos produtos, sugestões e dúvidas.

Por solicitação dos feirantes, o tráfego de veículos na avenida é interditado durante a permanência das barracas na manhã de domingo.

Júnior Barbieri afirma que mais de 50 boxes (4m²) foram demarcados no local da feira e os produtores já cadastrados estão sendo chamados a escolher o lugar de exposição.

Uma divulgação pública vai convidar novos expositores e/ou produtores que queiram comercializar seus produtos. Segundo o diretor, o chamamento deve ocorrer através da mídia e redes sociais e os interessados devem se dirigir ao Setor de Fiscalização para o registro, entrega de documentos e escolha do local e número de boxes.

Podem se cadastrar produtores de agricultura familiar (frutas, legumes, verduras, milho, café, mandioca, ovo, feijão, arroz, trigo, leite, carne suína, bovina e de aves); alimentos (salgados, doces), artesanato, utensílios domésticos, decoração, enfeites e dia a dia.