Composição 1_1
Composição 1_1

Cláudio Thiago Vieira Matta tinha 44 anos, era casado e pai de dois filhos (Divulgação)

A Procuradoria-Geral de Justiça, com imenso pesar, noticiou o falecimento do servidor Cláudio Thiago Vieira Matta, 44 anos, que trabalhava na 2ª Promotoria de Bariri. A morte ocorreu no domingo (3) em Bauru.
“Natural de Paraguaçu Paulista, o analista jurídico ingressou em 30 de novembro de 2017 no Ministério Público, instituição na qual atuou sempre com profissionalismo e dedicação. Neste momento de tristeza, os integrantes do MPSP se solidarizam com os familiares e amigos”, cita a Procuradoria.
Mestre em Direito e pós-graduado em Filosofia, Claudio Thiago mudou-se para Lençóis Paulista em 1985.
Aprovado no concurso de provas e títulos, ingressou como servidor no MP em Bariri, onde permaneceu até o seu falecimento.
Ele era casado com a assistente social e servidora pública municipal Camila Micheli Angélico Matta. O casal teve dois filhos: Isadora com dez anos e Pedro com três anos.